comentar
gargolado por westnelson, em 21.07.09 às 20:09 link do gargol | favorito

Se por um lado a PSP deixa abusar a bom abusar do estacionamento aos fins de semana por notória falta de estacionamentos periféricos com apoio de transportes urbanos a toda a hora, por outro lado, não o devia deixar fazer. Não se respeitam as passadeiras, os sinais de trânsito, os passeios, os peões que somos todos nós, onde todo e qualquer tipo de estacionamento é permitido, para depois, num repente sem critério algum além da vontade de quem decide e chefia homens, muitas vezes mal preparados e eles próprios com poder de decisão sem critério definido, puxarem das pastas e desatarem a multar os infractores dos abusivos estacionamentos que, ontem até eram permitidos, apesar das leis do código da estrada, e hoje, assim de repente, deixaram de ser porque se tem de cumprir com o código da estrada e o critério, ontem, inaplicável, hoje, é aplicável porque vem nas normas estabelecidas.
 

Como se pode ver nas imagens, no Domingo o estacionamento na zona Norte da Nazaré estava péssimo, selvagem até! Os passeios eram o melhor sítio para parquear viaturas, os sinais de trânsito não interessavam para nada e as passadeiras (?), cagavam-se nelas! Não vi um único agente da PSP a colocar alguma ordem no caos. Mas vi cinco “fardas”, imigrantes de Leiria incluídos, com as mãos nos bolsos à porta da esquadra a apreciar as meninas que passavam e uma viatura azul e branca com a lotação esgotada, toda a tarde às voltas pela marginal, onde os ocupantes se distraiam a “ver as vistas!”

No dia seguinte, nem parecia que estávamos na mesma localidade. Apesar de uns “abusadores de ocasião”, até se podia circular “à pata” pelos passeios e atravessar nas passadeiras sem grandes problemas de acesso às mesmas. Ainda assim consegui encontrar algumas, diga-se, muitas excepções, que vêm confirmar a regra. E esta regra, não é mais que uma constatação de factos: Ao fim de semana “tá a palecada acamada!”; durante a semana, nada. E, mesmo aqueles que vêm à praia, fazem-no apenas com esse intuito. Permanecem durante o dia, trazem tudo e mais alguma coisa, como se viessem para ficar por quinze dias. Quando o “Sunset Beach” atinge o auge, é hora de agarrar na família, na tralha toda, pegar na viatura e “bazar”, porque a auto-estrada transforma o longe em perto e, apesar de cara, até fica mais barata que uma casa alugada ou que uns chambres para meia dúzia de dias.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 26.03.09 às 00:51 link do gargol | favorito

Homens da Luta - "E o povo, Pá?"

 





Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker