comentar
gargolado por westnelson, em 28.02.10 às 20:26 link do gargol | favorito

Samuel Fialho, autor do documentário de cinquenta minutos, do qual retirou dois trailers, escreveu o seguinte para este primeiro trailer, com cerca de três minutos e meio:

"Apagar a tradição ou permanecer? Maria da Nazaré tem 87 anos de idade. Durante toda a sua vida trabalhou para não passar fome. Tinha esperança numa vida melhor para os seus filhos e netos. Será que era este o mundo que Maria da Nazaré ansiava?"

Mais no post anterior


comentar
gargolado por westnelson, em 28.02.10 às 02:05 link do gargol | favorito

Foi na Quarta-feira passada, dia 24 de Fevereiro de 2010 que, durante o programa "Nazaré FM On-line", um programa do departamento de informação da Rádio Nazaré, Samuel Fialho, 24 anos, formado em jornalismo, um utilizador a todos os níveis das novas tecnologias, lançou o seu novíssimo blog com morada em digitalimpulse.wordpress.com. Não perca a oportunidade de seguir este blog, onde o seu autor, numa primeira fase vai lançar uma série de tutoriais virados para os utilizadores das novas tecnologias.  Durante a entrevista, Samuel Fialho, falou acerca da Nazaré, da internet, da blogosfera, do seu trabalho, suas motivações e perspectivas futuras.

 

Download do programa

 


comentar
gargolado por Guilhim, em 24.02.10 às 14:50 link do gargol | favorito

 

 

No mar de letras em que por estes dias ando mergulhada, descobri esta separata "O Lago das viúvas: nota sobre rituais de luto na Nazaré”, das “Actas do Colóquio sobre Santos Graça - Etnografia Marítima” (1982). Escrita à máquina, amarelecida e dar os primeiros sinais de desgaste, esta breve etnografia do luto nazareno é apresentada por Maria João Serra Caetano.

 

“Os rituais dos momentos críticos, são os verdadeiros apelos ao sobrenatural, últimas tentativas de superar o momento de crise: a oração, “o alisar a areia”, embora ritual de momento crítico, pode ainda ser visto como um ritual de magia mimética, pois que há nele o intuito de persuadir o mar a amansar.” (p.12)

 

Em anexo, uma “Lista de naufrágios com mortes, na Nazaré”, relembra os homens e as embarcações perdidas, entre 1901 e 1974.

 

Mais uma peça, para o puzzle da memória futura.

 

Caetano, Maria João Serra. 1986. “O lago das viúvas: nota sobre os rituais de luto na Nazaré”. In: Actas do Colóquio sobre Santos Graça – Etnografia Marítima, Póvoa do Varzim.


comentar
gargolado por westnelson, em 22.02.10 às 01:59 link do gargol | favorito

 

Acabou o Carnaval 2010. Foi um ápice. Demorou tanto a chegar e, quando demos por ela, já tinha ido embora.
Para uns, foram 5 dias, para outros, mais de um mês. Foram dias que ficaram na memória de todos - Dos que gozaram e dos que não gozaram; Dos que gostaram e dos que não gostaram. Enfim, de todos mesmo. Pois, sem querer nós lá estamos inseridos, muitas vezes sem nos apercebermos. Ou por que estamos na rádio a pôr marchas a tocar, ou por que estamos nos ensaios de ranchos cegadas e outras brincadeiras, ou por que estamos na feitura de carros alegóricos.
Cada um tem o seu Carnaval. Até mesmo aqueles que trabalham em cafés, bares, restaurantes, retrosarias, mercearias, etc. e tal. Porque tudo, naqueles dias, respira em função do Carnaval.
Foram noites sem “paração”, foi uma folia quase sem fim. Fotografias de tudo e de todos. Máscaras por fora e máscaras por dentro.
Concluindo, e como diz a marcha do José Maria Carepa, todos juntos fizemos “Mil Carnavais”.

PS. Continuem mais Mil, que eu por mim, “na m’importe”.

 

 

Eduardo Hespanhol

 

 


comentar
gargolado por westnelson, em 20.02.10 às 05:06 link do gargol | favorito

Mais de 140 anos depois de Eça de Queiroz ter publicado o texto abaixo indicado no jornal "O Distrito de Évora", é incrivelmente notória a actualidade das mesmas linhas. Não só o tempo é relativo (afinal o que são 140 anos?), assim como o é a qualidade de quem nos governa (ou desgoverna?!), para o bem e para o mal. A linha, também ela, é relativa e pode ser ténue ou nem por isso - depende apenas das opiniões (dos outros), dos favorecimentos (ou não), das decisões (ou falta delas), enfim, depende sobretudo das consequências das acções tomadas, independentemente das razões que lhes deram origem. Tudo isto se aplica tanto a nível nacional como a nível local.

 

 


comentar
gargolado por f0fa, em 20.02.10 às 02:46 link do gargol | favorito

 

Bartoon in "Público" por Luís Afonso

 


comentar
gargolado por barraca37, em 13.02.10 às 06:06 link do gargol | favorito

Plús vistes na sou!

 

Eu, que até já fui "avisado" por membros da equipa pra entrar sem pagar, mas ok... caga nisse!

Eram 5 da manhã - "for god sake!" 5 euros não será demais?

 

Quanto não vale a publicidade que eu e a minha banda fazemos - que até já foi reconhecido pelos próprios dirigentes da casa - ao dito cujo que ainda temos que "engolir" estes sapos ao pedir, quase por misericórdia, pra ir beber uns copos.

 

Ninguém tá pra iste e por isso rapidamente bazámos pra outro "acampamento",o que, quanto a mim, mete dó para quem "tanto" trabalha para o Carnaval da Nazaré. Apraz-me ainda dizer que tendo em conta o momento, é de estranhar que num báile que é o primeiro do género, se faça tanto preciosismo em relação à entrada.

 

Não queiram fazer aquilo que fizeram a uma das salas de báile mais típicas na Nazaré... por favor! Agente gosta do Mar-Alte!

mais em barraca37 


comentar
gargolado por westnelson, em 13.02.10 às 01:43 link do gargol | favorito


comentar
gargolado por f0fa, em 09.02.10 às 22:56 link do gargol | favorito

O prémio do chicoespertismo vai para os deficientes que estacionam as suas viaturas nos lugares para pessoas especiais e grávidas, cuja única deficiência que possuem é a cerebral por pura ignorância e incompetência cívica. Esta é uma situação que se vê a todo o instante nos parques de estacionamento dos supermercados da Nazaré. E não há ninguém que os chame à razão, que lhes dê um pouco de educação? Para que serve a polícia? Para que serve a segurança privada contratada por essas superfícies?!


comentar
gargolado por westnelson, em 09.02.10 às 02:37 link do gargol | favorito

"Acabou de ser divulgada a lista das 77 candidaturas, a partir da lista longa das 323, que seguem em frente na eleição das 7 Maravilhas Naturais de Portugal.

A lista apresentada resulta da votação de 77 especialistas com representatividade geográfica nacional e de diversas áreas cientificas" [...], e, infelizmente, nem o promontório da Nazaré, nem o monte de S.Brás estão incluídos nessa primeira pré-selecção para Maravilha Natural de Portugal. Contudo, há que reconhecer o quão importante é este promontório para estas gentes, para esta região, para Portugal, ou não fosse uma das imagens de marca mais reconhecidas, mesmo a nível internacional. A Nazaré continuará a ser reconhecida por muitos, em muitos locais do mundo, e, não é por já não ir ter uma das 7 Maravilhas Naturais de Portugal que deixará de ser uma terra maravilhosa. Aqui o conjunto vale pelo seu todo.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 04.02.10 às 23:34 link do gargol | favorito

Ora aí está uma boa iniciativa por parte do município, os "TEC", ou se preferir o "SENTP": Para todos aqueles que gostam de se encharcar parcialmente ou totalmente, mesmo que não chova, o município da Nazaré durante o período de Carnaval, criou um serviço especial nocturno de transporte de passageiros. Pode ver mais aqui e aqui desde datas e horários até aos locais percorridos.

Mas, se quiser fazer uma viagem antecipada, também poderá fazê-lo aqui, não num destes transportes, antes, terá de usar este link que o levará até parte da "Boa Onda da Blogosfera" entre outros sítios.

 








Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

21
23
25
26
27



pesquisar no Gargol
 
subscrever feeds
gargoladas antigas