comentar
gargolado por OnLine, em 31.07.09 às 23:44 link do gargol | favorito

Que na Praça Sousa Oliveira existe uma praça de táxis para 3 táxis e nunca está lá 1 táxi ?.Quem colocou lá aquela praça de táxis, o senhor Presidente da Câmara ou o xerife dos táxis da Nazaré mais o seu xerife supremo o senhor Trindade?, o que é que se passa senhor Presidente da Câmara Municipal da Nazaré?, porque razão não autorizou pintar a sinalética horizontal na Av.Vieira Guimarães, terá sido mais uma vez por causa do xerife dos táxis mais o seu xerife supremo o senhor Trindade?, porque razão tem medo o senhor Presidente da Câmara Municipal da Nazaré dos xerifes sem pistolas?.Olhe sabe uma coisa senhor Presidente da Câmara Municipal da Nazaré, acabe de vez com a vergonha que é a suposta Praça de táxis na Praça Sousa Oliveira, já não vai a tempo mas tenha a coragem de assumir o seu erro de não pintar a sinalética horizontal na Av.Vieira Guimarães e não tenha medo do xerife e do respectivo xerife do xerife táxista, a Nazaré é grande e não é feita somente de táxistas e de xerifes "armados" de telémoveis.Inté.

tags:

comentar
gargolado por westnelson, em 29.07.09 às 01:47 link do gargol | favorito

O vale tudo na “luta política”, ou não se chamasse assim, especialmente em tempo de pré campanha eleitoral, tanto para autárquicas como para as legislativas, faz-se sentir ao mais alto nível. Até aqui nada de novo. Se em plena pré campanha autárquica nazarena vale tudo, desde trocas a baldrocas, onde as ideias, a filosofia política e a linha de pensamento idealista é subvalorizado em detrimento do lugar elegível, seja em que lista for, ou seja, do “TACHO” e/ou da vingança política; Já a nível nacional, para as legislativas, a guerra entre os bloquistas [Louçã] e o secretário-geral do PS [Sócrates], resvala sobre a couraça da indiferença da antiga deputada e dirigente bloquista, Joana Amaral Dias, que entretanto se ausentou do país. Era importante esta senhora vir a público dizer se realmente foi ou não convidada, para fazer parte da lista do PS às legislativas por Coimbra, onde foi sugerido ainda a presidência do IDT – Instituto da droga e da toxicodependência ou um lugar no governo. Devia de o fazer com toda a clareza e dizer quem é o mentiroso, se o primeiríssimo Sócrates, se Louçã, logo, ela própria. Caso tenha sido esta última situação a ter acontecido, qual o objectivo de colocar aqueles dois políticos num frente a frente mentiroso, sem conteúdo palpável e útil para a sociedade e para a política Portuguesa onde todos ralham, mas, “todos” teriam razão?
A haver aqui um mentiroso só poderá ser ou José Sócrates ou Joana Amaral Dias. Para acusar-se Louçã de estar a mentir, e não o estou a ver inventar seja o que for, pelo menos desta natureza, primeiro teria de se chamar mentirosa e alcoviteira a Joana Amaral Dias.

 


comentar
gargolado por f0fa, em 28.07.09 às 18:33 link do gargol | favorito

Assinala-se hoje mais um aniversário do Ex-Líbris da Nazaré.

Foi há 120 anos que o ascensor da Nazaré, carinhosamente chamado pela população de "elevador" começou nas andanças encosta acima, encosta abaixo, aproximando os dois núcleos populacionais: sítio e praia.

Os serviços municipalizados assinalaram o aniversário com a inauguração dos novos torniquetes de leitores infravermelhos de código de barras e com uma exposição comemorativa dos 120 anos, mostrando, artefactos, fotografias e textos que fazem a historia do Ex-Líbris e consequentemente parte importante da história desta terra a partir do final do XIX.

Pode ver fotos e ler parte da história em alguns blogs da Nazaré: Nazaré imagens com palvarasWest SideNazareth, vista do Suberco.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 28.07.09 às 01:18 link do gargol | favorito

"Blogues são novo espaço que se abre à democracia política e cívica"

José Sócrates, secretário geral do PS e primeiro ministro

 


comentar
gargolado por westnelson, em 22.07.09 às 09:43 link do gargol | favorito

Fábio Salgado e António José Peixe, candidatos pelo Bloco de Esquerda à Assembleia Municipal e à Câmara Municipal da Nazaré, respectivamente, foram entrevistados na Quarta-feira passada pelo Jornalista Artur Ledesma no programa “Especial Autarquias” na Rádio Nazaré.

[...] enquanto o problema do trânsito e do estacionamento não for resolvido a Nazaré não avança [...] este é o problema número um [...]

[...] a Câmara da Nazaré tem sido governada desde 75/76 sem um projecto de futuro [...] dá ideia que se decide em cima do joelho [...]

[...] confundem projectos com intenções [...] apresentam as coisas como projectos, quando não passam de intenções [...]


António José Peixe in Rádio Nazaré no “Especial Autarquias”

 

 


comentar
gargolado por westnelson, em 21.07.09 às 20:09 link do gargol | favorito

Se por um lado a PSP deixa abusar a bom abusar do estacionamento aos fins de semana por notória falta de estacionamentos periféricos com apoio de transportes urbanos a toda a hora, por outro lado, não o devia deixar fazer. Não se respeitam as passadeiras, os sinais de trânsito, os passeios, os peões que somos todos nós, onde todo e qualquer tipo de estacionamento é permitido, para depois, num repente sem critério algum além da vontade de quem decide e chefia homens, muitas vezes mal preparados e eles próprios com poder de decisão sem critério definido, puxarem das pastas e desatarem a multar os infractores dos abusivos estacionamentos que, ontem até eram permitidos, apesar das leis do código da estrada, e hoje, assim de repente, deixaram de ser porque se tem de cumprir com o código da estrada e o critério, ontem, inaplicável, hoje, é aplicável porque vem nas normas estabelecidas.
 

Como se pode ver nas imagens, no Domingo o estacionamento na zona Norte da Nazaré estava péssimo, selvagem até! Os passeios eram o melhor sítio para parquear viaturas, os sinais de trânsito não interessavam para nada e as passadeiras (?), cagavam-se nelas! Não vi um único agente da PSP a colocar alguma ordem no caos. Mas vi cinco “fardas”, imigrantes de Leiria incluídos, com as mãos nos bolsos à porta da esquadra a apreciar as meninas que passavam e uma viatura azul e branca com a lotação esgotada, toda a tarde às voltas pela marginal, onde os ocupantes se distraiam a “ver as vistas!”

No dia seguinte, nem parecia que estávamos na mesma localidade. Apesar de uns “abusadores de ocasião”, até se podia circular “à pata” pelos passeios e atravessar nas passadeiras sem grandes problemas de acesso às mesmas. Ainda assim consegui encontrar algumas, diga-se, muitas excepções, que vêm confirmar a regra. E esta regra, não é mais que uma constatação de factos: Ao fim de semana “tá a palecada acamada!”; durante a semana, nada. E, mesmo aqueles que vêm à praia, fazem-no apenas com esse intuito. Permanecem durante o dia, trazem tudo e mais alguma coisa, como se viessem para ficar por quinze dias. Quando o “Sunset Beach” atinge o auge, é hora de agarrar na família, na tralha toda, pegar na viatura e “bazar”, porque a auto-estrada transforma o longe em perto e, apesar de cara, até fica mais barata que uma casa alugada ou que uns chambres para meia dúzia de dias.

 


comentar
gargolado por besax, em 21.07.09 às 12:34 link do gargol | favorito

Como gargola, e bem, “opapasoueu”, entrámos na chamada “silly season”. Este ano, triplamente “silly” porque além do verão, que como notou west no seu blog pessoal, parece andar um pouco arredado destas paragens, temos dois actos eleitorais para serem realizados.

Uma vez que a campanha eleitoral já começou a fazer-se notar, seria bom, para variar,  que os programas eleitorais reflectissem as verdadeiras necessidades da Nazaré. Que as propostas fossem exequíveis. Que os projectos tragam reais vantagens para o munícipe. Seria bom que a discussão se faça sem ruído para não dispersarmos. Com seriedade e elevação. No mínimo, com educação.
Coisas simples como por exemplo, a adiada requalificação da Marginal que é um dos postais da nossa terra.
Uma requalificação que acautelasse os interesses dos peões, quer no paredão, quer na parte fronteira às lojas, restaurantes e bares.
Que preveja pista para corredores e ciclistas.
Que tenha bancos para os mais idosos relaxarem.
Que tenha uma iluminação mais abrangente e mais presente (gosto muito do design dos postes actuais, mas acho a iluminação insuficiente).
Que tenha uma zona exclusiva para cargas e descargas de passageiros e mercadorias.
Prescindo das palmeiras, mas se vierem, sempre dão sombra.

E proibir, com excepção para os veículos prioritários, o trânsito no mês de Agosto?


comentar
gargolado por westnelson, em 18.07.09 às 02:17 link do gargol | favorito

A propósito daquilo que o Ricardo Caneco disse no seu primeiro post no Gargol, sobre o blog ser “quase uma tertúlia bloguística dos bloggers Nazarenos”, tenho a dizer que, bem queria que assim fosse, que apresentassem vários pontos de vista sobre os mais variados assuntos, que houvesse uma discussão aberta e salutar, tanto nos posts, como nos comentários [ver linhas mestras], mas, parece-me que ainda estamos um pouco longe disso acontecer, embora tenhamos ficado mais perto da tal tertúlia bloguística com mais dois novos Gargoladores, o que me deixa muito satisfeito: O próprio Ricardo Caneco, o Sitêre que assina “besax”; e "opapasoueu", que como já todos viram, basta estar com um pouco de atenção ao post e ao “estéreo” do mesmo, é o Fábio Salgado. Deixem-me que diga assim – um músico e um político de uma assentada só – Boa!
Só espero que o vosso contributo, apesar de terem os vossos blogs, seja o mais assíduo possível, tanto como aquele que eu vou, de uma maneira ou de outra, conseguindo dar no "Gargol – o blog da Nazaré", apesar de também ter o meu blog e, como toda a gente, a nossa vida particular com tudo o que isso acarreta.

Mas, como conseguir ter uma espécie de tertúlia online, por intermédio de um blog se há pessoas a julgarem que um blog conjunto é só para um grupo de amigos que pensam todos da mesma maneira e que escrevem posts e comentários apenas com o intuito de darem umas palmadinhas nas costas uns dos outros, enfim, para poderem trocar galhardetes? Nada mais errado. Um blog com estas características tem, e deve ter, não o sendo obrigatório, como é evidente, vários pontos de vista sobre os mais variados temas, sejam eles referentes à Nazaré ou não, sejam eles de que natureza for.
Certa ocasião, alguém a quem tinha endereçado o convite para escrever no Gargol, rejeitou com a desculpa de que não podia estar num espaço, apesar de virtual, onde estava um outro blogger de que não gostava e de que sentia alguma repugnância. Uma vez que não tinha blog ou página pessoal online, era aqui o local certo para com sabedoria e inteligência contrapor ideias e sobrevalorizar a sua sabedoria perante outras pontos de vista. Não aceitou, logo, ficou a perder a oportunidade de lutar pelo seu ponto de vista de forma clara e inequívoca.
Os equívocos vão acontecendo, mas o Gargol há-de aguentar-se à brava, nem que seja apenas com um blogger! Para já somos poucos, queria que fossemos mais, mas somos bons. Vem esta frase mesmo a jeito do que se passa hoje na blogosfera Nazarena – “Já que ninguém nos gaba, gabemos a gente a gente!” [verso de uma marcha de Carnaval dos Calhalharras]

 


comentar
gargolado por opapasoueu, em 17.07.09 às 16:22 link do gargol | favorito

Estreio-me, finalmente, no Gargol. Agradeço o convite. Agora toca a discutir que há tanta coisa para decidi!

1. Em altura de balanços parece que o único balanço é em movimento, tipo baloiço! António Trindade e António Salvador, ambos dependentes (ou seja, ex-independentes), foram os únicos, comigo, a responder ao Tinta Fresca para fazer balanço do mandato autárquico. É triste a mesquinhez de Salvador contando os pormenores de um caminho atribulado e contando as birras e zangas de coleguinhas. Enquanto que política, nada!

 

Também Trindade apresenta o seu (fraco) programa eleitoral, mas não explica o que aprovou ou não. É como se ele e o seu programa fossem um só, tenham ou não executabilidade. Eu fiz um balanço mas talvez devesse ter entrado naqueles caminhos estranhos que não interessam a ninguém, estava distraído.

 

2. Reinaldo Silva é a nova estrela do concelho. Após os tais 14 anos a apajar Jorge Barroso e a servir de suporte PSD ao independente, candidata-se pelo CDS. O importante aqui não é o facto de se candidatar no partido cristão mas tentar desligar-se de quaisquer responsabilidades no estado do município. Até se tenta desligar também da perpetuação do PSD no poder, mas tem muitas muitas culpas que a malta não se esquece.

 

3. Vêm aí mais tentativas de parcerias público-privadas. Constantemente se tenta diminuir a clareza das coisas, dos poderes e das escolhas. Se alguma coisa correr mal é da crise, já sabemos.

 

4. Agora é o Região de Cister que me desilude. Decide não publicar mais "textos de opinião com origem partidária em virtude de não ter condições para os editar. Por um lado, porque de alguns partidos se não conseguem e por outro, porque o seu teor estava a assumir, por vezes, uma forma e dimensão contrárias à linha editorial deste jornal que privilegia o equilíbrio, o rigor, a independência e a isenção." Sr. Director José Ribeiro Vieira, queria independência e isenção em artigos de análise política? Como funciona isso? E como pode o jornal dizer-se ou querer-se isento com decisões destas?

Parece-me que o artigo do Emanuel Tomaz ofendeu espíritos e agora paga o justo pelo pecador. Será que é isento decidir a menos de 3 meses (12 edições) que não há lugar a mais artigos? E fiquei a saber pelo editorial, mas isso é o menos. Será que amigos e amigas que não sejam do Bloco podem escrever sobre o Bloco? Qual é o critério? Só se escreve sobre Bola agora?

 

É-me muito confusa esta decisão. E comprova a necessidade cada vez maior que a Nazaré tem de ter um jornal próprio, notícias e opinião do concelho. Isto de dependermos dos pouquinhos meios de comunicação começa a ser demasiado triste.

 

5. Agenda: Francisco Louçã virá à Nazaré. Domingo, pelas 17h, junto ao antigo Hotel Dom Fuas para contactar com a população. Depois de um breve passeio, haverá um lanche-jantar na tasca Cova Funda, junto à Praça Sousa Oliveira, ainda com Francisco Louçã. Apareçam para a apresentação da Candidatura Autárquica à Câmara e Assembleia Municipais da Nazaré e Junta de Valado dos Frades.

 

Em estéreo com o Jeune Garde.


comentar
gargolado por besax, em 16.07.09 às 14:12 link do gargol | favorito

Olá a todos. Muito obrigado por me terem convidado para este blog que é quase uma tertúlia bloguística dos bloggers nazarenos.

Procurarei contribuir, na medida das minhas possibilidades, com outros pontos de vista sobre os temas em debate.

Para que não restem dúvidas, identifico-me desde já. Chamam-me Ricardo Caneco, tenho 33 anos e sou sitêre!
C@necão


comentar
gargolado por westnelson, em 15.07.09 às 00:42 link do gargol | favorito

 Ver o SlideShow

 

Por muito (pouco) que se tenha feito até agora em prol dos maciços em volta do Farol da Nazaré, fico com a sensação de terem sido muito mal empregues aqueles 250.000 € gastos naquela obre descaracterizante de toda a zona envolvente ao Forte de S. Miguel Arcanjo. E, mesmo que venham a projectar uma massa pigmentada da cor dos maciços, como me foi garantido por uma "autoridade" há cerca de mês e meio, aquele espaço, nunca mais será o mesmo. Basta observar algumas das fotografias tiradas a semana passada. Para agravar a situação, parece que resolveram distribuir betão a granel por toda a estrutura rochosa, eliminando alguns dos pontos mais bonitos, como parte das varandas abaixo do forte, de frente para a Pedra do Guilhim. E, que dizer daquelas condutas promontório abaixo feitas com manilhas próprias para tudo, especialmente para estarem de baixo do pavimento, menos para aquele efeito. Não há engenheiro, seja do IGESPAR, seja do INAG ou lá mais do que vier, que me convença, não da útilidade da obra, mas, da maneira como está a ser feita. Ainda para mais, não vai ser gasto um tostão na estrutura do próprio Forte, que está a cair aos bocados.

 


comentar
gargolado por f0fa, em 11.07.09 às 01:51 link do gargol | favorito

A Câmara Municipal da Nazaré aprovou, por unanimidade, a criação de um ponto de recolha de cápsulas usadas de café destinadas a um projecto em curso no Instituto Português de Oncologia, em Lisboa, abraçando, deste modo, a causa da solidariedade, considerada pela Acreditar como "um factor de extrema importância para ajudar a minimizar os problemas causados pelos longos e difíceis períodos de tratamento" das crianças ali internadas, que, com as cápsulas usadas vão poder construir esculturas  e telas. [Notícia]

 


comentar
gargolado por westnelson, em 09.07.09 às 01:53 link do gargol | favorito

Vítor Esgaio, cabeça de lista pelo PS às autárquicas 2009 foi entrevistado pelo jornalista Artur Ledesma na rádio Nazaré FM, especial autarquias, esta quarta-feira, 8 de Julho de 2009.

 

[...] uma das primeiras medidas que irei tomar como presidente da câmara é pedir uma auditoria financeira para conhecer o valor exacto do que está em dívida [...]

[...] a dívida existe sem obra feita [...]

 




comentar
gargolado por westnelson, em 07.07.09 às 20:02 link do gargol | favorito

Como é possível a Câmara Municipal da Nazaré enviar o “3º NazaMexe - Happening Cultural” para o parque de estacionamento do Porto de Abrigo com se estivesse a enviar uma encomenda hermeticamente fechada por conter material altamente inflamável para o Burkina Fasso?

A organização que, aceitou, e bem, colocou tanto essa como outras propostas na mesa, que ao que parece, não foram aceites pela CMN.
Apesar do concelho da Nazaré não se limitar ao areal e à marginal , duma  coisa estou convicto, um evento destes devia ser realizado mesmo na praia, na marginal em frente da Av. Vieira Guimarães, na pior das hipóteses em frente do Centro Cultural. Isto soa a um autêntico “tomem lá autorização, não chateiem mais e vão lá para cascos de rolha [para não ser pior], onde ninguém vos pode ouvir, onde não vão poder incomodar ninguém”, isto apesar de ser uma das propostas da organização. Até podiam ter apresentado como proposta o "Rio de longe". E se a CMN disponibilizasse esse local? Eu posso apresentar meia dúzia de propostas para determinado acontecimento, por ter de o fazer, e, gostar apenas de dois!

Se por um lado os jovens e todos aqueles que gostam destes eventos, em que o comercio nocturno, mas não só, poderia tirar proveito, pois tratasse de um festival, de uma festa que, poderá crescer e colocar a Nazaré no calendário dos festivais de verão a médio prazo, embora dentro de certos limites com tudo o que traria de bom para a terra, por outro lado, a CMN tenta agradar aos mais conservadores, aos que por qualquer motivo não gostam destes eventos, esquecendo-se que nestes casos não pode haver o meio termo. Ou a Nazaré evolui no sentido natural daquilo que tem vindo a acontecer com a espectacular passagem de Ano e com o Carnaval, ou se retira do mapa turístico, tal como está agora, no meio termo, onde por um lado se quer ter tudo durante o dia e nada durante a noite. Nestes casos temos de optar e escolher o que se quer para a Nazaré. Uma praia de sossego com uma noite calma, o que não deixa de ser um contra-senso, ou se uma praia jovial que dê para todos, mas que segure o grosso do turismo também durante a noite. Acho que a Nazaré só tem a ganhar em ter muitos e bons eventos e com uma praia tão grande… mas não no parque de estacionamento do porto de Abrigo?! Quem vai lucrar com isto são as relotes das bifanas e dos cachorros, porque os bares da “praia” ficam a ver navios, ou então o espectáculo musical, às moscas!

3º NazaMexe - Happening Cultural

 

Espectáculo musical com:
The Amazing Flying Pony;
All Things Shinning; Dj Ride


Dia 18 de Julho Das 22h às 04.00h

Organização: AnaZart e ACISN
apoio: Câmara Municipal da Nazaré
Local: Parque de Estacionamento do Porto de Abrigo

 

p.s.: Este post foi reeditado após o primeiro comentário e resposta ao mesmo


comentar
gargolado por westnelson, em 06.07.09 às 12:45 link do gargol | favorito

 

É ali mesmo ao lado da Gare Inferior do ascensor da Nazaré. Não tem nada que saber. Se quer ter um estabelecimento na Nazaré numa zona onde passam por ano mais de um milhão de turistas, basta ligar para o número de telefone inscrito na tabuleta da montra e fazer o negócio.

Seja qual for o tipo de estabelecimento comercial que escolher para o local, uma coisa terá de ter em conta, a montra já está montada.

 


comentar
gargolado por hermeneuticamente, em 06.07.09 às 03:23 link do gargol | favorito


Na Casa das Artes e na Galeria Lateral do Cinema vai estar até ao próximo dia 22 uma exposição de todos os alunos finalistas do curso de artes plásticas da ESAD.CR.

A anazArt já estendeu o convite a todos os nazarenos, fica aqui mais esta divulgação.

 

 

 


comentar
gargolado por westnelson, em 05.07.09 às 10:44 link do gargol | favorito

Por aquilo que vamos vendo e sabendo a conta-gotas, onde impera a muita parra e pouca uva, ainda falta muito para sabermos as listas completas e definitivas às autárquicas (?). Não só foi a confusão gerada pelos que se perfilaram logo à partida na linha da frente para os vários quadrantes, havendo até quem se duplicasse, como se de um clone se tratasse, deixando em aberto várias hipóteses, como ainda houve outras questões, legais e de outra ordem [particular], dizem, para fazer atrasar todo o processo que, já chateia de tanto avanço e recuo. A ver vamos se é desta que os "bluffs estratégicos" deixam de ser a jogada mais escolhida pelas distritais e concelhias dos vários quadrantes e se mostram o jogo definitivo. É que, urge o tempo, o tempo necessário para se começar a fazer trabalho de campo. Não chega só andar para aí em guerrinhas internas e a esconder o jogo uns dos outros como se andassem a jogar Poker, Monopólio ou ao jogo da Glória. É preciso começar a apresentar as propostas de candidaturas e os projectos que cada quadrante tem para gerir os destinos do Concelho. Tirando um ou outro, as pessoas estão fartas de saber quem são os barqueiros, só não se sabia, até agora, em que barco iriam atravessar, portanto deixem-se de birras e comecem lá a apresentar trabalho. A capacidade de organização e de trabalho na retaguarda, também gerarão, eventualmente, alguns, diria mesmo, muitos votos, ou será que chegará uma par de ases, independentemente do valor das outras cartas, para ganhar este jogo?

 


comentar
gargolado por f0fa, em 04.07.09 às 20:43 link do gargol | favorito

 

Destroços

Que histórias contariam, Nazaré,
Se ainda viesses a guardar
Essas tuas barcas destroçadas
Sem capas para as abrigar

A sós, como restos mumificados
De uns entes que bravo mar traiu
Na revolta de terrível fúria,
Parecem arcar com a lamúria
Duma existência que ruiu.

Pela proa erguida quase desfeita,
Fiéis ostentam remota arte
Envolta de místico tormento,
Como se delas fosse intento,
ó Nazaré, de acenar-te.

Quase vultos, esquecidos no tempo,
Alheias à causa que as negou,
Aguardam mudas a destruição.
Por teus mares jamais andarão!?
Esvai-se o ícone que a terra gerou!

Vancouver, B.C.
30 Janeiro 1983

Macatrão, Armando (2006). Expressões da Nazaré(th) 2ª edição (ampliada), pág.127. Edição do autor


comentar
gargolado por westnelson, em 02.07.09 às 12:30 link do gargol | favorito

Ainda sobre a conferência realizada pelo Semanário "Região de Leiria" na Nazaré em colaboração com a autarquia local, Artur Ledesma, “Nazareno” e jornalista do semanário, fez um apanhado do que de mais importante se passou no auditório da Biblioteca Municipal da Nazaré. Para quem esteve presente, sem dúvida que foi uma tarde bem passada, onde os diversos assuntos relacionados com o mar enriqueceram o conhecimento de cada um sobre esta matéria. Para quem não foi, o referido jornalista, faz uma resenha objectiva do que se passou naquela tarde de Junho de 2009.

 

clicar na imagem para aumentar

 

Será "Nazaré, a força do mar", ou, "Gentes da Nazaré, será que têm força para aguentar com este mar?" Aqui fica a questão uma vez que se retira muita coisa de positivo da conferência, e que importa fazer e implementar, mas também, ficou salientada a "salganhada terrível" que domina a gestão do litoral Português. Há algo que tem de mudar urgentemente para que o desenvolvimento da região seja uma realidade, essa é uma das certezas que ficaram assentes.

 

Adenda: Para ler a interessantíssima reportagem, com todos os intervenientes na sessão na biblioteca, ao seguir o link, siga até às páginas 27, 28 e 29 do PDF inteligente do Nº 3771 do Região de Leiria.

 





Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker
Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14

19
20
23
24
25

26
27
30


pesquisar no Gargol
 
subscrever feeds
gargoladas antigas