comentar
gargolado por westnelson, em 26.02.09 às 14:37 link do gargol | favorito


Apesar de ter decorrido sem grandes problemas o desfile de Terça-feira de Carnaval deixa muito a desejar. O desfile de Domingo, composto essencialmente pelas bandas infernais, essas sim, uma tradição da terra deixa no ar uma atmosfera de alegria, brincadeira, e boa disposição mais ao estilo do nosso Carnaval trapalhão em que a organização é a essencial deixando o espaço necessário para a desorganização. Pelo contrário, o desfile de Domingo, sem as bandas infernais, queria-se um exemplo em organização, mas ao invés, reina a desorganização, isto, muito por culpa da própria comissão que, em vez de se posicionar e movimentar por pontos chave do percurso, andava a desfilar. Uma das coisas erradas do nosso Carnaval é a comissão escolhida, ainda que um grupo de Carnaval, andar a fazer o desfile como se de outro qualquer grupo se tratasse. O grupo escolhido para comissão, nesse ano, deveria limitar-se a organizar a parte do carnaval a que se deve por direito, abstendo-se de participar no desfile. Assim se evitaria alguns pontos negros do nosso desfile de Terça-feira. Toda a minha gente anda pelo meio do desfile a seu belo prazer, desde as pessoas da assistência aos acompanhantes dos grupos, que por levar crianças pequenas acompanham "in loco" o respectivo grupo. Por outro lado, as próprias pessoas deviam ter consciência de não o fazer. Os grupos de Carnaval com um deficit de participantes não deviam participar neste desfile que se queria, apesar de ser à nossa maneira, grandioso e não, por vezes, rasca em que nem sequer um carro alegórico digno desse nome têm, levando uma simples carrinha que nada tem para mostrar e que nada dignifica o nosso Carnaval. Outro ponto negro do desfile de Terça-feira, e essa da responsabilidade de alguns grupos, é a maneira como desfilam parecendo que até são obrigados a ir ali, sem alegria, desorganizados, e o pior, a maioria dos seus elementos com a cerveja na mão, alguns ainda uns putos que nem um pelo na cara têm. O desfile de Domingo precisa urgentemente de crescer. Uma vez que se gasta o dinheiro, então que seja com ponderação e não aceitar todo e qualquer grupo no desfile que lá porque assim combinaram no intervalo da escola, três ou quatro putos, decidiram fazer um grupo de carnaval. Longe vão os tempos dos loucos da folia, dos moinhos e outros grupos dignos do desfile e do nosso Carnaval, agora sustentado e apoiado nas mais antigas e bem compostas bandas infernais que por direito próprio vão para a rua no Domingo de manhã até à hora dos bailes, algumas até, por opção, sem as tais ajudas da CMN.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 09.02.09 às 03:19 link do gargol | favorito

Como é bom recordar os tempos do do Sr. Benjamim ferro velho, do Ti Enzelino lá ao norte, dos botes de piteira, dos piões stinetas, e de tantas outras coisas que o tempo leva mas não apaga das memórias daqueles que as viveram. Uma excelente marchinha de Carnaval (dedicada às vivencias de outros tempos na Nazaré), como o João Tavares já nos habituou e um trabalho de pesquisa e montagem de vídeo também ao nível daquilo que o Batalha já nos tem brindado.
 

 


comentar
gargolado por Pirata, em 08.02.09 às 23:05 link do gargol | favorito

Finalmente o Pirata arranjou um tempinho para fazer um Post aqui no Gargol.

Este post é dedicado a todos os Nazarenos, que gostam de boa música e boas imagens.

Nada melhor que a música de Silvino Pais da Silva e imagens da nossa deslumbrante Vila da Nazaré.

Click nas imagens respectivas para ver os vídeos.

 

                   


comentar
gargolado por hermeneuticamente, em 08.02.09 às 11:28 link do gargol | favorito

O Anderson joga muito melhor do que fala. Muito muito melhor.

tags: ,

comentar
gargolado por westnelson, em 07.02.09 às 03:32 link do gargol | favorito

 foto: Westnelson - Entardecer, o regresso - Nazaré, 06 de Fevereiro de 2009 |  ver o Amanhecer

 


comentar
gargolado por westnelson, em 03.02.09 às 04:46 link do gargol | favorito

Oficialmente arranca hoje o Carnaval da Nazaré com a tradicional romaria ao monte de S. Brás  com o baile onde serão apresentados os Reis de Carnaval, D. Pompeu Tomé e D.ª Conceição Duarte com muita gente mascarada. O velho costume popular da subida à capela de S. Bartolomeu no cume do monte onde se pode apreciar uma vista magnifica sobre toda a região, convive pacificamente com a festa profana. No sopé do monte, milhares de pessoas comem e, bebem ainda mais, todo o "santo" dia com predominância sobre a parte da tarde, em ambiente de verdadeiro piquenique, e à volta de fogueiras assam carne e enchidos, bem regados... de boa disposição (assim o tempo e S. Pedro o permita!).

 

As origens da Romaria de S. Brás, considerada uma das mais genuínas manifestações populares da Nazaré, perdem-se nos tempos e confundem-se com a lenda. De acordo com a tradição oral, quando Frei Romano e D. Rodrigo, último rei visigodo na Península Ibérica, se refugiaram na Nazaré trouxeram, para além da imagem de Nossa Senhora da Nazaré, as relíquias de S. Brás e de S. Bartolomeu. A veneração aos dois santos resistiu ao passar dos tempos, e se S. Bartolomeu deu o nome ao Monte onde se situa a ermida, S. Brás mantém a sua romaria como uma das mais importantes festas populares de toda a região.

Fonte: Gabinete de Imprensa e Comunicação da Câmara Municipal da Nazaré


comentar
gargolado por militante independente, em 01.02.09 às 13:45 link do gargol | favorito

As estradas da vila da Nazaré, em alguns sítios, estão numa lástima. Ele há com cada buraco que alguns mais parecem crateras provocadas por qualquer engenho explosivo ou por algum teste ao subsolo, sabe-se lá para o quê!? A qualidade de alguns remendos também não é muito boa, desaparecem logo com a primeira borraceira...! Os responsáveis pela autarquia esquecem-se que é nas estradas que estão uma das primeiras observações à qualidade do seu trabalho por parte de quem visita a Nazaré (e traz o seu carro) e por parte de quem é morador (e se desloca naquele meio de transporte individual). E, muito importante, esquecem-se ainda que, nem toda a gente anda de “todo o terreno...!

Só nos resta rezar para que os responsáveis pela autarquia vejam a porcaria das estradas que temos. Amen!

tags:




Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker
Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
27
28


pesquisar no Gargol
 
subscrever feeds
gargoladas antigas