hermeneuticamente a 22 de Maio de 2009 às 11:18
De facto, a Biblioteca Municipal tem chamado a si um papel dinamizador no que toca à divulgação cultural da cena nazarena, alvíssaras, estranho era que assim não fosse, mas é, e ainda bem que assim é.
Eu já tinha a sensação que esta oferta rica não estava a colher a devida atenção das gentes a quem se destina, mas não querendo falar de cor, vou dar dois exemplos que conheço.
A palestra que referes, e a actividade "ciência a brincar", que se realiza nos dias de funcionamento do planetário.
No dia 10 de Maio esta actividade contou com 1 inscrito que não chegou a participante, visto a iniciativa não se ter realizado. Como é evidente, isto causa mais danos que benefícios.
Ainda assim, também pelo que me chega, há eventos concorridos, veja-se o workshop com a Cristiana Miranda.
Certo e sabido que a cultura tem uma dificuldade congénita em atrair público, tiremos as honrosas excepções de Ronaldos e Beyoncés , parece que tem a Biblioteca de concertar uma estratégia que contorne este esbanjamento, mesmo que a vocação deste organismo esteja longe da promoção de eventos.
O nosso planetário por exemplo, tem que ser uma referência regional. Bem sei que tem sido uma missão espinhosa agendar sessões com o agrupamento da Nazaré, mas temos que ir ao encontro das escolas de Alcobaça, de Óbidos, das Caldas da Rainha, de Leiria por que não. Não fiquemos de braços cruzados, vamos fazer diligências nesse sentido.
E correndo o risco de dizer disparates, cá ficam as sugestões:
- um representante da Biblioteca semanalmente na Rádio Nazaré com uma rubrica dedicada ao que se vai fazendo.
- uma coluna de divulgação em todas as edições de ambos, o Região da Nazaré e o Região de Cister.
- inscrições nas actividades por email.
E claro, para aligeirar isto, a melhor das medidas que se podem implementar quando toca a promover seja o que for, umas miúdas de tshirt apertada e bermudas.

West a 23 de Maio de 2009 às 02:59
Gosto de todas as medidas possíveis de incrementação para divulgação dos eventos culturais, não só da biblioteca mas também de todos os eventos em geral.
Gosto especialmente do último [disparate], funcionaria na perfeição, disso não tenhas dúvidas!