comentar
gargolado por westnelson, em 06.07.09 às 12:45 link do gargol | | favorito

 

É ali mesmo ao lado da Gare Inferior do ascensor da Nazaré. Não tem nada que saber. Se quer ter um estabelecimento na Nazaré numa zona onde passam por ano mais de um milhão de turistas, basta ligar para o número de telefone inscrito na tabuleta da montra e fazer o negócio.

Seja qual for o tipo de estabelecimento comercial que escolher para o local, uma coisa terá de ter em conta, a montra já está montada.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 21.06.09 às 00:44 link do gargol | | favorito

Espera-se grande afluência à biblioteca e, se não houver lugar para se sentar, pode ficar mesmo de pé - o assunto é interessante q.b. para que fique na mesma, nem que seja como um cientista - colado ao tecto!

 

É hoje, Domingo, às 15h30 na Biblioteca Municipal da Nazaré que o físico e astrónomo Máximo Ferreira vai falar e colocar os outros a falar sobre OVNI's ET's e afins. É mais uma tertúlia, desta vez, dedicada ao tema "Astronomia e Vida Extraterrestre" na sequência das Conversas na Biblioteca.  [seguir o link]

Um tema interessantíssimo que sempre apaixonou a humanidade. Pessoalmente, custa-me a crer que na vastidão do grande Oceano Cósmico, sejamos o único lugar onde existe vida [inteligente]. No mínimo, seja ela de que forma for, acredito fortemente que haja qualquer outra forma de manifestação de vida. Uma convicção que trago comigo desde há muitos anos, quando ainda pequeno, comecei a informar-me sobre tudo o que a este assunto dizia respeito, tendo mesmo devorado vários livros incluindo o famoso livro do famosíssimo Carl Sagan "Cosmos" que deu origem à grandiosa série, acompanhado fielmente por mim, com o mesmo nome, onde em alguns itens abordava este tema entre outros de grande relevância cientifica a todos os níveis.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 21.05.09 às 23:09 link do gargol | | favorito

A palestra desse final de tarde, de tão intimista, tornou-se numa agradável conversa, mais tarde, apenas entre cinco, depois quatro pessoas [já na rua]. Quero deixar aqui o meu agradecimento ao Dr. Jorge Lopes, director da biblioteca – pela oportunidade –, ao Dr. Carlos Batista, antropólogo – pelo abandono da minha quase total ignorância naquela matéria, sobre gente do mar, que me fascinou – e, a José Miguel Neto, Comandante do Porto da Capitania da Nazaré – pela disponibilidade e prontidão com que me explicou alguns assuntos referentes a outras problemáticas que, partindo do assunto inicial [farol da Nazaré – Forte de S. Miguel Arcanjo] se alongou por outros domínios referentes à Nazaré, sempre no âmbito da sua esfera de acção. Obrigado a todos.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 21.05.09 às 19:15 link do gargol | | favorito

Vem o post anterior a propósito da palestra sobre os faróis que teve lugar na passada terça-feira, 19 de Maio de 2009, pelas 18 horas, no auditório da biblioteca municipal da Nazaré com uma capacidade para quase uma centena de pessoas, evento que se realizou no âmbito da inauguração da exposição sobre o “Farol” e onde estiveram presentes seis pessoas, 7 % da capacidade do auditório. O antropólogo, Dr. Carlos Batista (Geota/leaderoeste) foi o orador, tendo como base de discurso o seu livro “Guardiães do litoral oeste” onde abordou o tema “faróis” sob o ponto de vista humano, de quem neles trabalhava e habitava. Uma abordagem mais desconhecida do que se possa imaginar à primeira vista, mesmo para aqueles que, de alguma forma, estão ligadas às coisas do mar. Aliás, como o próprio disse a certa altura daquela [quase] conversa entre amigos que durou mais de duas horas, tendo-se arrastado até à rua e já depois do fecho da biblioteca, os faróis mesmo automatizados e sem a funcionalidade útil que tinham, muito devido à evolução da tecnologia hoje usada, continuam a ser um forte componente marítimo com elevada carga simbólica de tão acolhedor que é para as gentes do mar, além de encerrarem um certo misticismo.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 15.01.09 às 02:37 link do gargol | | favorito

Ontem no café-bar Bohemia na marginal de S. Martinho do Porto já tarde dentro e depois de pedirem os cafés ele virou-se para ela e disse -Vêm aí os cafés, não fumas um cigarrinho?

Ela respondeu prontamente como se na altura estivesse a pensar nisso mesmo - Aqui não posso, tenho de tomar primeiro o café e depois quando sairmos vou fazê-lo!

EleAh… pois é. Já me esquecia que não estava na Nazaré!

 


comentar
gargolado por f0fa, em 12.01.09 às 10:28
regargolado por westnelson às 17:33 link do gargol | | favorito

Olá amiguinhos,

 

Esta conversa entre duas Nazarenas já foi há uns 2 aninhos e meio. Tudo isto se passou pela manhã, numa pastelaria aqui da terra e, como achei tanta piada à situação e à maneira como elas resolveram o assunto não pude deixar de partilhar convosco…

A pedido de varias famílias cá vai então…

 

Maria:

- Ah Natália, olha que me fui esquecer do coelho pra oferecer ao Sto. António à carague!!!! A nha filha bem me pôs lá na caixa, ao pé do saco das maçãs ca Cremilde me pediu pa trazer da praça e olha mesmo assim fui-me esquecer do animal e trouxe o carague das maçãs da outra.

Já viram iste á melheres, a nha cabecinha já na dá pra mais e  ainda trouxe o carague do mê nete pra me cansar o juize.

 

 

Natália:

- Ah Maria, na te rales melher. (pausa) Olha o  coelho que ias dar ao Sto. António, guizas com batatinhas e a gente todas vai lá comer no demingue!

 

Maria:

- Olha e as maçãs que eram pá Cremilde ofereço ao Sto. António, mai nada.

 

Natália:

Ah pariga paga mazé aí os belinhes es os cafézinhes e vames imora ca precisão deve tar quase a passar… Anda, Anda vamesssssss!

 

 

Assunto resolvido!

 

p.s. Ahhh Mariaaaa na te esqueças de guardar pra mim uma perninha tamém!!!





Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


pesquisar no Gargol
 
.
mais comentados
gargoladas antigas