comentar
gargolado por westnelson, em 13.03.11 às 06:21 link do gargol | | favorito

PREFÁCIO & POSFÁCIO 2011

 

Como é do conhecimento geral, e de resto amplamente assumido, os Sustos desempenham na actual conjuntura do Carnaval nazareno um papel assaz importante, alicerçado em mais de trinta anos de História, escrita criteriosamente ano após ano e onde não tem faltado devoção à causa!
No entanto e a bem da verdade, cumpre-nos referir que essa importância nunca nos levou a puxar de galões nem impeliu a ter pretensões em ser consciência do que quer que fosse, por entendermos que tais atitudes ou pensamentos seriam descabidos e muito pouco condizentes com algo que, mesmo tratando-se de Entrudo, tem no fundo a importância que tem, e não mais! É pois nossa imagem de marca, não só respeitar as ideias de cada um, sobretudo aquelas de que discordamos, percebendo com a máxima normalidade que existirão sempre diferenças na maneira de estar ou de agir, mas também viver a magia da época em cada momento, gozando-a o mais e melhor possivel, ao mesmo tempo que se privilegia a amizade, nunca esquecendo que as festas passam mas os amigos ficam! Esta é e tem sido a nossa filosofia para o Carnaval, baseada na mais estrita independência, irreverência e não subserviência em relação a qualquer poder instituido e acompanhada de uma deliciosa mordacidade tão loquaz como discutível, é certo, mas sempre pertinente por ser apanágio das nossas gentes e já com origens ancestrais! Mas, como diz o outro, deixemos os entretantos e passemos aos finalmentes, ou seja, à vaca fria do momento. 
Por artes de Deus ou do Demónio, a nossa Terra vive hoje uma situação muito sui generis, inigualável de norte a sul do país, segundo sabemos, que se traduz por uma unanimidade politica em termos de gestão autárquica! Ora, como em tudo na vida, uns concordam, outros discordam, uns opinam ser uma jogada de mestre, outros alvitram ser uma grande burrada, etc, etc. Muito sinceramente, e para que conste, nós estamo-nos marimbando para tal fenómeno, até porque aos Sustos calha de tudo! É mais cambalhota menos cambalhota...! Só que, ao que parece, a coisa já deu raia, pois com o aumento da companha, o arrais do pessoal passou a velho de terra, registando tantas ausências que qualquer dia chumba por faltas, o que seria uma blasfémia! Daí o nosso apelo pungente e sincero : vá aparecendo, vá aparecendo e faça qualquer coisa, pois não está certo, nem tem qualquer lógica dizer mal do que não está feito! E isso baralha-nos as contas: se nada se fizer, se nada aparecer feito, como é que podemos dizer mal?! Por este andar estamos a ver que temos de voltar a falar de Carnaval, o que seria uma grande chatice!
E pronto, está a pesca feita. Votos de um óptimo Entrudo para todos e até para o ano!

 

"À mó dos Sustos"

 

 


comentar
gargolado por westnelson, em 13.03.11 às 01:34 link do gargol | | favorito

É só bananas...Constatou-se que, para os jovens e para muitos menos jovens, os Bares – que nós gostamos muito -, nas ruas da Nazaré passaram de alternativa a referência por troca com as Salas de Baile, embora seja ali que resida um dos principais suportes do nosso Carnaval, ou pelo menos devia ser assim, a par das cegadas, que cada vez são menos, das marchas de carnaval, com uma produção artística com muita qualidade e inigualável a nível nacional, e das Bandas infernais, em plena ascensão por deterioração dos grupinhos limpinhos e bem arranjadinhos do desfile de Terça-feira. Ainda hei-de ver, embora não seja o habitual, um desfile, se é que se pode chamar isso, de bandas infernais na Terça-feira de Carnaval. Constatei, definitivamente, que os componentes dos grupos de Carnaval não se divertem no desfile atrás dos seus carros, alegadamente, alegóricos. Aliás, a grande maioria faz um frete de todo o tamanho e não entendo porque continuam com a falta de qualidade de um carnaval nazareno contra-natura. Nas bandas infernais sim, aí divertem-se a valer. É aí que está grande parte do espírito do nosso Carnaval. Transformem esses grupos em bandas infernais, deixem essas alegadas alegorias e vejam como tudo fica diferente. Transformem esse carnaval sem qualidade e mal organizado em algo mais parecido com o que se passa no Domingo Gordo, de manhã à noite no seio das verdadeiras Bandas Infernais.




comentar
gargolado por westnelson, em 22.01.11 às 03:18 link do gargol | | favorito

E o mote para o Carnaval da Nazaré 2011 - O Carnaval mais Nazareno de Portugal! - é:


"X’Ándar, X’Ósir, X’Óstar"


Agora toca a arranjar espaço no meio das letras das marchas que já estão feitas para encaixar esta preciocidade da linguística Nazarena. A tarefa não é fácil. Desejo-vos boa sorte.






Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


pesquisar no Gargol
 
.
gargoladas antigas