comentar
gargolado por westnelson, em 12.01.13 às 19:16 link do gargol | | favorito

Não se pode permitir à custa do subterfúgio da criação de alguns postos de trabalho e outros argumentos, válidos ou não – não é isso que está em causa –, aprovar sem olhar a meios alguns empreendimentos – que têm o seu mérito e até lhes devemos tirar o chapéu por arriscar avultadas somas em tempo de crise profunda – cujo investimento é feito de modo menos claro, não pela actuação de quem investe, essa é no sentido de criar riqueza, trabalho, por tanto, mais valia para o concelho, mas pela actuação da própria entidade que devia fiscalizar toda a legalidade do processo tornando-o limpo e inatacável do ponto de vista da sua integração, não ultrapassando aquilo que está estabelecido na REN (carta da Reserva Ecológica Nacional – que ainda não foi aprovada por conveniência do actual executivo e assim continuar na ilegalidade e a tudo permitir), no PROT (Plano Regional do Ordenamento do Território), no PDM (Plano Director Municipal – que ainda não foi revisto no sentido de absorver o PROT e outras alterações há muito exigidas), o POOC (Plano do Ordenamento da Orla Costeira) e observado pela CCDR (Comissão Coordenadora para o Desenvolvimento Regional), no meio que o acolhe para que o próprio investimento não corra riscos futuros, para que ninguém sem excepção aponte a esses investimentos o que quer que seja e não os coloque em causa juntamente com os postos de trabalho. Por tudo isto, a ilegalidade passa a estar nas mãos da entidade tão zelosa do cumprimento do estabelecido nas leis para com os pequenos empresários, e comerciantes, em geral para com os pequenos investidores – onde estão a maioria dos postos de trabalho do concelho – a quem são passadas coimas no cumprimento das normas estabelecidas por pequenos deslizes que, muitas das vezes, em nada afecta a vida seja de quem for, mas que na maioria dos casos transtorna a vida desses empresários colocando muitas vezes em causa o próprio negócio e postos de trabalho inerentes. Sejamos zelosos então para com todos por igual, ou então, aqui já noutra esfera que não a local – mas sim regional e central –, acabe-se com tanta entidade reguladora, porventura, em excesso e cuja burocracia atrapalha em muito o desenvolvimento e que na maioria das vezes se atropelam umas às outras, tudo em nome do ambiente, do espaço a ocupar, disto e daquilo. Não pode valer tudo, nem para o bem nem para o mal – Haja bom senso, portanto. O engraçado no meio disto tudo é que ainda hajam municípios que agem fora da lei em muitas destas situações sem que nenhuma autoridade reguladora lhes consiga aplicar uma pena exemplar. É pena!

Texto original


comentar
gargolado por westnelson, em 10.01.13 às 00:40 link do gargol | | favorito

Agora que decorre o último ano em que o actual arrais está aos comandos da velha barca que vai metendo água por todos os lados, convocamos os nossos amigos a completarem as frases como se vestissem a sua pele durante esta última viagem. Pelo menos nós pensamos que seja a última, mas, nunca se sabe!

As peças do xadrez lá se vão dispondo para a batalha, podendo trazer, ainda, muitas novidades e algumas jogadas menos esperadas.
Assim, e nos entretantos, convidamo-lo... sim você aí desse lado, que agora está a ler estas palavras, a completar as 3 frases como se estivesse agarrado ao leme desta barca meio afundada.



1.Este meu último ano à frente da autarquia...

1.1. Vai superar as expectativas.
1.2. Já não posso ver a câmara à frente.
1.3. É demasiada areia para a minha camioneta.
1.4. Vai ser um sucesso à vista de todos.
1.5. Meu Deus, ainda falta tanto!?
1.6. Estou metido numa camisa de 11 varas!
1.7. Vou aferir a minha qualidade de vendedor ambulante, acho mesmo que tenho o futuro assegurado - Tirei um curso de feirante, como tal, vou treinar vendendo as águas, os lixos, estacionamentos, e, quiçá, a própria CM – vou vender também a gestão do parque subterrâneo da marginal!



2. (N)A minha gestão...

2.1. Está pejada de más decisões.
2.2. Cometi erros, mas já os reparei.
2.3. Tem sido perfeita, sou uma espécie de Mourinho das autarquias.
2.4. Se fosse a exame dava para dispensar à oral.
2.5. É boa porque tem deixado a oposição fula.
2.6. Fui um artista, um verdadeiro mágico - consegui transformar a oposição, e tornar as minhas obras invisíveis.



3. O Teleférico entre a Praia e a Pederneira...

3.1. Vai ficar pronto a tempo da 4ª edição do Zon North Canyon!
3.2. Começa a ser construído após a colocação dos taipais e contentores por alturas da campanha eleitoral!
3.3. É essencial para o transporte dos utentes para o hospital Israelita!
3.4. Começa a ser construído depois da autarquia adquirir os direitos do espaço aéreo da zona com as verbas que havemos de receber do PAEL.
3.5. Uma vez que o site da autarquia o dá como “em construção” não sei como ainda duvidam disso mesmo!
3.6. Essencial para a criação de 13.000 novos postos de trabalho, e para aqueles que vão ser despedidos das empresas municipais!


comentar
gargolado por westnelson, em 05.01.13 às 01:14 link do gargol | | favorito

Devem estar a bricar com o pessoal! É que se não fosse para chorar até era capaz de rir - o que faz a (pré)campanha eleitoral, valha-me Santa Maria da Agrela - Empresa Municipal Nazaré Qualifica apresenta resultados positivos nos últimos cinco anos. Sim senhor! (Até parece que ouvi este "sim senhor!" a um Camarada da Comapnha do "Vai Ó Mar Tonhe!" na 1ª Série de programas. Foi um déjà vu.)

Mas, a parte da notícia que mais resalta à vista, até porque está-se mesmo a ver o porquê, basta visitar o local, é esta:

«Mantendo a aposta na continuidade do trabalho desenvolvido em 2012, o plano de atividades define como objetivos de ação a promoção do desenvolvimento económico, dando continuidade à implementação do parque empresarial de Valado dos Frades.»

Então, mas a obra não era para ter decorrido em 352 dias? Isto faz-me lebrar "aquele site", ou seja, o mesmo site onde o teleférico, à imagem da ALE, também, é dado como sendo uma obra em construção - Onde é que já vão os 270 dias para execusão da obra?! Só se são as obras de Santa Ingrácia? É Obra, à oh!


comentar
gargolado por westnelson, em 03.01.13 às 02:35 link do gargol | | favorito

Mote para o Carnaval da Nazaré 2013: "Ai q'inganes cmò Tó-Tó"


Conhecido por Tó-Tó. o António Traquinhas Garcia, certa vez, depois de ter sido aceite para trabalhar num barco, adoeceu. Esteve uns dias de cama, na casa onde morava (Rua Nova da Areia, 21), mas, quando recuperou, o dono do barco já não lhe quis dar trabalho. Desolado, o Tó-Tó queixou-se pelas ruas da praia em como tinha sido enganado. Ai t'indanes! foi a frase que ele repetiu várias vezes durante as queixas. Se ele não tem tido dificuldades em pronunciar certas palavras , ele teria dito antes Ai que enganos! Mas, claro, foi precisamente o humor que há na expressão Ai t'indanes! que não escapou aos ouvidos do povo.
Usa-se a frase Ai q'inganes cmò tó tó para indicar que alguém voltou ou vai voltar atrás na palavra.
O Tó-Tó faleceu na Nazaré, no dia 5 de Fevereiro de 1935.
(in Expressões da Nazaré de Armando Sales Macatrão, 2ª edição, pág. 79)

 

Não sei quem foi o iluminado que escolheu esta expressão como mote para o Carnaval da Nazaré 2013, mas, uma coisa é certa: A expressão cai que nem ginjas no último ano do mandato do arrais da barca velha que, lá vai navegando de esguelha e, a meter água por todos os lados. Afinal, andamos há pelo menos uma dúzia de anos, para não dizer há vinte, à espera da concretização das promessas - renovadas a cada 4 anos - para a nossa Nazaré, o dinheiro foi-se - para onde, não se sabe ao certo - e a obra vimo-la por um canudo! É caso para dizermos uma outra expressão tão querida à nossa "Nazarenidade": É obra! (pág.183 do mesmo livro)


comentar
gargolado por westnelson, em 23.12.12 às 14:16 link do gargol | | favorito



Rádio nazaré - podcast da entrevista a Sérgio Paulo e Susana Gomes, dinamizadores da iniciativa Avenida Natal


comentar
gargolado por westnelson, em 18.12.12 às 14:45 link do gargol | | favorito

“Então o homem já foi embora ou nem por isso?
“O 'Mito' da Praia do Norte, sempre vai acontecer em 2013, assim que for possível, ou culminará numa nova vinda à Nazaré de GMAC no Outono de 2013, portanto, em altura de eleições autárquicas?”
“Afinal, o projecto Zon North Canyon sempre terminou ou é para continuar?”

“Como ninguém diz nada, as perguntas impõem-se!” Comentou Tonhe Tábuas, o arrais mais vanguardista da praia. Com o facebook do evento votado, quase, ao abandono e com incorrecções em algumas ligações – que o Tonhe gostaria que não tivessem acontecido por desprestigiar a Praia do Norte (ou não!) –, está a ver que para saber alguma coisa, nomeadamente as respostas às questões por ele acima formuladas, terá de ir jantar um dia destes à Celeste.

 

É caso para perguntar, "Onde está o Garret?"

“Já agora, quem é quem é que vão ser os Reis do Carnaval da ‘Praia’?”

“Será que na Celeste também me respondem a isto?”



comentar
gargolado por westnelson, em 17.12.12 às 14:50 link do gargol | | favorito

Já está a ser distribuído em todas as esquininhas e a ser depositado em todos os vãos das escadas, o mapa actualizado da rede de Metro do Concelho da Nazaré que, dizem os obreiros, irá descongestionar ainda mais o trânsito rodoviário nas principais varizes da vila.

Algumas das estações foram, de facto, construídas no "horizonte 2009/2012". Descubra quais!


comentar
gargolado por westnelson, em 15.12.12 às 00:07 link do gargol | | favorito
O Gargol à boleia da NazareTV deseja-lhe um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo com o mais belo bilhete postal. Não tem papai noel, nem renas, nem prendinhas, nem tão pouco anjinhos e santinhos. Árvores de Natal também não. Ainda assim é o mais belo postal de Natal.


comentar
gargolado por westnelson, em 12.12.12 às 14:32 link do gargol | | favorito

O Norpak está contra a abertura do novo parque aquático na sua vizinhança e pondera meter uma providência cautelar contra esta situação só agora descoberta. O novo parque aquático é uma obra da responsabilidade da CMN em parceria com a Confraria de N.ª Sr.ª da Nazaré que cedeu o terreno.

 

{fotos do novo parque aquático no fb; vídeo do mesmo}


comentar
gargolado por westnelson, em 01.12.12 às 13:05 link do gargol | | favorito

É no terreno que se vai conseguir ganhar esta batalha, mas, quem o quiser fazer vai ter de se guiar pelos mapas onde estão devidamente assinaladas as minas que os actuais caciques estão a deixar por toda a parte. Vamos ter de fazer uma desminagem do terreno e, logo de seguida, começar a construir a partir do nada, porque nada há. Apenas houve as promessas feitas no passado, que, em nada contribuíram para o desenvolvimento da terra, obras vãs que nunca passaram - das reuniões de estratégia politico-eleitoral - para o terreno. O tempo da mudança começou. O tempo de mudança é agora.


Mudam os tempos, mudam-se as vontades... Não deixes que ele te passe por entre os dedos sem que o consigas agarrar.

 


comentar
gargolado por westnelson, em 13.09.11 às 11:54 link do gargol | | favorito

O presidente da Câmara Municipal da Nazaré, quer privatizar os serviços de água e saneamento para reequilibrar as contas da autarquia [link]. Por este andar, prevê-se que a seguir seja a própria autarquia a ser privatizada...



comentar
gargolado por westnelson, em 28.07.11 às 23:38 link do gargol | | favorito

Na terça-feira, 26 de Julho de 2011, os encarregados de educação dos alunos apanhados na malha da transferência da Escola Amadeu Gaudêncio para o Externato D. Fuas Roupinho, reuniram-se para debater o assunto num bar da Nazaré por recusarem reunirem-se numa das salas da escola. Trata-se de uma questão de liberdade de escolha que não está a ser respeitada num país livre e democrático. Ninguém pode ser obrigado a ir estudar para uma escola quando se está matriculado noutra. De salientar o incompreensível silêncio do director do Agrupamento de Escolas da Nazaré e a bipolaridade do chefe do executivo da Nazaré, que querendo agradar a Gregos e a Tróianos não ajuda em nada, antes, pelo contrário.


Muita tinta já correu, e ainda há-de correr sobre este assunto [+mais] ao qual, desde já, dou o meu total apoio aos pais e aos alunos. Não se trata de apoiar uma escola em detrimento de outra, nada disso. Trata-se, sim, de apoiar as escolhas de uma comunidade feitas livremente e num país livre. Contudo, os pais dos vinte alunos não aceitaram reunirem-se na escola e equacionam vir a tomar algumas medidas radicais. A primeira foi reunirem-se num bar da Nazaré com vista para o Porto de Abrigo. Pois meus amigos, foi uma má opção mas, diga-se, bastante radical como se propunham. Sempre puderam contar com o patrocínio do bar, colocando à sua disposição o espaço para a reunião. Como não há ponto sem nó, o negócio naquela tarde deve ter sido bastante mais lucrativo. Na escola não havia nem água com gás fresca com sabor a tremoços nem mines! Na verdade teriam tido mais visibilidade se tivessem reunido no sítio mais in do momento esta semana, pelo menos até à maré de Lua – A Praia Nova. Não teriam as mordomias de uma bebida servida à mesa, mas de certeza que teriam uma vista extraordinária com o acrescento de poderem ter ido de fato de banho para uma mergulhaça, a confraternização teria sido mais aberta e o radicalismo da ideia mais arrojado.
Há assuntos que, além de sérios demais, caso os queiram levar assim, têm de ser tratados nos locais próprios, até por uma questão de obrigar à vínculação da própria escola, na pessoa do seu director, a uma tomada de posição. Não é num qualquer bar da praia que o vão fazer de certeza absoluta, ainda para mais longe da vista e do coração do Professor Jorge Sousa.


Em última análise e em tom de remate deixem-me dizer que, por vezes, tomadas de posição radicais – dependendo da posição que se ocupa no seio de uma luta – no sentido de apoiar uma parte numa contenda, pode levar em último recurso a uma (auto)demissão. Em vez disso, fica-se muito bem calado à espera que passe a tempestade. À espera que passe a tormenta ficam, também, aqueles que com posições ambíguas dizem não concordar com a imposição da DREL e depois nada fazem para a contrariar porque têm a certeza que não adianta lutar.

 

A luta vale sempre a pena, seja ela feita de fato de banho numa praia qualquer, num bar com vista para o mar, ou no local mais apropriado para serem levados mais a sério. Lutem camaradas, lutem, porque sem luta as imposições tornam-se uma moda. Já dizem os 'Homens da Luta' - "Camaradas, pá... a luta é alegria!"


comentar
gargolado por westnelson, em 21.07.11 às 01:23 link do gargol | | favorito
comunicado do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas da Nazaré

comentar
gargolado por westnelson, em 20.07.11 às 03:55 link do gargol | | favorito

Mercado não quer veado - tudo bem explicado com a ajuda de alguns links adicionais. Mas, há sempre uma solução, neste caso duas como apontou o Carlos Filipe na edição de Domingo passado do "Vai Ó Mar Tonhe!": Aproveita-se a população em excesso daqueles animais para se fazer a reconstituição do milagre de Nª Srª da Nazaré nos fins de semana de Agosto, com o pessoal cá em baixo a bater palmas e tal; e alugar alguns indivíduos daquela população para puxar o trenó do Pai Natal da vila Natal em Óbidos. Assim, não só diminuía a população em excesso como colocavam a trabalhar alguns veados para a despesa do estábulo.

 

 

Será que a carne de veado é saborosa?!


comentar
gargolado por westnelson, em 18.07.11 às 15:11 link do gargol | | favorito

Vai Ó Mar Tonhe!


A Companha do Tonhe, agora que está prestes a terminar a segunda série de fainas mas já com a terceira série à vista, resolveu construir uma nova Cabana para guardar os apetrechos da pescaria. Pode fazer uma visita à nova Cabana, pois, com certeza irá ser bem recebido. A morada é em vaiomartonhe.blogspot.com


comentar
gargolado por westnelson, em 13.07.11 às 23:00 link do gargol | | favorito

Apesar de lá terem estado vários anos – os sinais de trânsito que proibiam o estacionamento –, digam lá se não era embirraria das autoridades suportada pela autarquia, ninguém poder estacionar na marginal norte da Nazaré, especialmente durante o Verão. Ainda para mais com a falta de espaço para arrumar o carro, o que muitas vezes acontecia, especialmente ao fim de semana. Agora que é a pagar já se pode! Nada mais mudou além desse “pormenor”, nada foi alterado, nem sequer o passeio ou mesmo a estrada.

Só para salientar que agora as cargas e descargas se fazem em segunda fila. Está tudo bem, quando está tudo mal... e viva o Verão!




comentar
gargolado por westnelson, em 09.07.11 às 23:32 link do gargol | | favorito


Fotos: Nazaré - Sábado, 9 de Julho de 2011 às 21h30 aproximadamente

E pronto, lá contínua o Verão nosso de cada ano sem que alguém se digne a mexer uma palha que seja para modificar uma situação há muito prometida ser resolvida. Toda a gente sabe que a problemática do lixo não é de fácil resolução, mas, também, não tem havido boa vontade para solucionar o problema, o que admira, pois com tanta "cabéca" na autarquia não há por aí uma alminha que veja com olhos de ver o que se está a passar. Há muitos casos destes na Nazaré mas, pelo menos, tentem resolver as situações de "aterros sanitários de geração espontânea" nas zonas mais turísticas da vila como por exemplo ao longo da marginal e junto à gare inferior do elevador na Travessa do elevador.
Eu não sei, mas com o desinteresse que há em resolver este problema começo a desconfiar que para os lados da Av. Vieira Guimarães já estão a estudar a coisa como sendo um produto turístico de alto nível e como tal terá de ser explorado tal como está. Assim, sempre são mais umas fotozinhas da Nazaré que aparecem espalhadas por todo o mundo na internet, ou seja, nas redes sociais e nos blogues.




comentar
gargolado por westnelson, em 06.07.11 às 02:30 link do gargol | | favorito

Já estão instaladas as máquinas de tickets - parquímetros - para o estacionamento pago numa parte importante da Nazaré mas com algum atraso em relação ao previstoAs novas zonas de estacionamento criadas pela CMN e que afinal - pasme-se - já lá estavam, só que agora são pagas, já podem render os eurozitos necessários para comprar lâmpadas para os candeeiros que estão em blackout por ordem da CMN por toda a marginal e esplanada, mas, com maior incidência na zona norte da marginal do lado de terra, onde não há uma lâmpada em plena posse das suas faculdades para o qual foi criada - iluminar. Deve ser por isso que há tanta mente ali para os lados da Avenida Vieira Guimarães a precisar de iluminação!

Afinal estamos a ir no bom caminho: Queres estacionar? Paga e não bufes! - Queres luz à noite? Leva uma lanterna de bolso!

E, isto para não falar nas autênticas sovilas lixeiras que se juntam em cada ponto dos vários tipos de recolha de lixo, mal construídos e quase sem manutenção - uma autêntica vergonha municipal sem resolução à vista, ou melhor, à vista de todos e a qualquer hora do dia com o sentido, adicional, do olfacto a funcionar mesmo que nós o tentemos ignorar - o odor é por vezes nauseabundo! É do vento suão - dizem alguns - que traz o agradável smell da ETAR junto à entrada sul da vila.

Para agravar, o vandalismo da noite nazarena como nunca antes se viu... quer dizer, ver não se vê, mas quem chega de manhã junto das suas viaturas e as vê com os 4 pneus estraçalhados e a pintura riscada, entre outros estragos e roubos, sente, e de que maneira, na carteira e na revolta, também perante a inoperância das autoridades. Bem, claro que não podem estar em todo o lado, mas... há prioridades que se têm de concretizar e rapidamente.

Para começo não está nada mal... assim vai o nosso Verão!




comentar
gargolado por westnelson, em 03.07.11 às 01:36 link do gargol | | favorito

Na praia da Nazaré há histórias enroladas nas ondas e enredos desfiados nas memórias. Há vozes secas ao sol, cantares salgados pelos dias. Risos e danças de sete saias. Os repórteres Nuno Amaral e Mésicles Helin mergulharam neste mosaico de tons e captaram timbres, sobretudo no feminino.
in TSF e blog Fim da Rua


comentar
gargolado por westnelson, em 16.06.11 às 22:38 link do gargol | | favorito

O Polvo Capturado nas águas de Cascais é, desde o dia 8 de Junho, reconhecido como uma marca local, uma iniciativa que pretende tornar o produto mais competitivo. “Polvo de Cascais” é o nome da marca apresentada e que ganhou de imediato o selo “Compre o que é nosso”, atribuído pela Associação Empresarial de Portugal (AEP).
E pronto. Eis que, com dois paus se constrói uma canoa. Pelo contrário, na Nazaré... [link]




comentar
gargolado por westnelson, em 08.06.11 às 20:18 link do gargol | | favorito


Algumas das notícias sobre a Nazaré que saíram a semana passada no semanário "Região de Leiria" e que, de resto, foram alvo de posts em alguns blogs da Vila.


comentar
gargolado por westnelson, em 01.06.11 às 08:54 link do gargol | | favorito

 

Breve descrição visual de um dia atípico na Nazaré - foi no passado Sábado, dia 28 de Maio de 2011 -, com a colaboração do painel do programa da Rádio Nazaré "Vai Ó Mar Tonhe!" e música do Dj Zabz com o tema "dont forget your roots" (rancho remix).
Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência!


comentar
gargolado por westnelson, em 25.05.11 às 01:36 link do gargol | | favorito

A Associação de Defesa da Nazaré (ADN) tornou pública a carta dirigida à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT), na qual são explicitadas diversas irregularidades na política de ordenamento do território do concelho da Nazaré, nomeadamente, na falta de aprovação da carta da REN (Reserva Ecológica Nacional) a nível municipal, no processo de revisão do Plano Director Municipal da Nazaré, e no processo de elaboração de Planos de Urbanização.

Carta ADN ordenamento territorio Nazaré CCDRLVT




comentar
gargolado por westnelson, em 17.04.11 às 11:39 link do gargol | | favorito

Caminhar é bom, também é desporto.

Ajudar os outros fazendo bem a nós próprios é óptimo.

Participe na 3ª Caminhada Primavera Solidária com organização da Meia Maratona Internacional da Nazaré e da Rádio Nazaré.

É já dia 1 de Maio de 2011 e pode obter todas as informações a partir deste link.

 




comentar
gargolado por westnelson, em 13.03.11 às 01:34 link do gargol | | favorito

É só bananas...Constatou-se que, para os jovens e para muitos menos jovens, os Bares – que nós gostamos muito -, nas ruas da Nazaré passaram de alternativa a referência por troca com as Salas de Baile, embora seja ali que resida um dos principais suportes do nosso Carnaval, ou pelo menos devia ser assim, a par das cegadas, que cada vez são menos, das marchas de carnaval, com uma produção artística com muita qualidade e inigualável a nível nacional, e das Bandas infernais, em plena ascensão por deterioração dos grupinhos limpinhos e bem arranjadinhos do desfile de Terça-feira. Ainda hei-de ver, embora não seja o habitual, um desfile, se é que se pode chamar isso, de bandas infernais na Terça-feira de Carnaval. Constatei, definitivamente, que os componentes dos grupos de Carnaval não se divertem no desfile atrás dos seus carros, alegadamente, alegóricos. Aliás, a grande maioria faz um frete de todo o tamanho e não entendo porque continuam com a falta de qualidade de um carnaval nazareno contra-natura. Nas bandas infernais sim, aí divertem-se a valer. É aí que está grande parte do espírito do nosso Carnaval. Transformem esses grupos em bandas infernais, deixem essas alegadas alegorias e vejam como tudo fica diferente. Transformem esse carnaval sem qualidade e mal organizado em algo mais parecido com o que se passa no Domingo Gordo, de manhã à noite no seio das verdadeiras Bandas Infernais.







Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


pesquisar no Gargol
 
subscrever feeds
.
mais comentados
gargoladas antigas