comentar
gargolado por Guilhim, em 16.03.10 às 14:20 link do gargol | | favorito

 

 

 

Cartaz: direcção artística da anazArt

 

A herança nazarena: ao encontro dos patrimónios

As questões relacionadas com o Património têm vindo a assumir um papel de destaque, que se reflecte nas iniciativas promovidas e/ou apoiadas pelos órgãos do Estado, reconhecendo-se assim, que a qualidade de vida, bem como o desenvolvimento social e cultural das populações, depende da relação e valorização dos seus bens patrimoniais. Para além destas mais valias sociais, o património revela-se cada vez mais como um importante gerador de riqueza, tal como foi concluído num estudo recente (“Cultura, Conhecimento e Desenvolvimento Económico e Social”; Augusto Mateus, 2009), já que o turismo cultural, está associado a uma maior informação e interesse, sendo por isso mais rentável que outro tipo de turismo. Contudo, para que possa haver uma optimização destas mais-valias, é necessário repensar e requalificar o património numa perspectiva de continuidade e de integração da mudança, evitando separar o Passado do Futuro. Este processo deverá ser acompanhado de um investimento nos equipamentos culturais, da mobilização de corpos técnicos qualificados e do envolvimento das populações, para que desta forma se possa promover a entrada das regiões com potencial turístico, nos circuitos culturais internacionais. Tendo por base estas linhas mestras, e os seus princípios estatutários, a Liga dos Amigos da Nazaré, promove a conferência “A herança nazarena: ao encontro dos patrimónios”, que terá lugar no dia 27 de Março no auditório da Biblioteca Municipal da Nazaré.

 

A escolha da palavra “herança” é simbólica e foi buscar a sua inspiração ao conceito de “Living Heritage” proposto pela UNESCO. Pretende-se assim, introduzir o sentido de continuidade, que deve estar associado ao Património. “Herança” remete para a ideia de algo que vem do Passado para se manifestar no Presente, devendo por isso ser preservado e gerido para que possa ser usufruído no Futuro. Já o plural dado à palavra “património” está relacionado com a amplitude conceptual que esta  noção encerra. A ideia é realçar que na realidade não existe “um património”, mas sim vários. Tendo em conta as características da Nazaré, optou-se por apresentar para debate, questões relacionadas como Património imaterial e artístico, marítimo e arquitectónico, na medida em que congregam elementos importantes da vivência nazarena, sobre os quais importa reflectir.

 

A organização dos conteúdos temáticos, tem subjacente uma lógica de “materialização” do património, já que se parte da apresentação de conceitos e exemplos do “Património imaterial e artístico”, passando pela questão do “Património marítimo” que reúne elementos de essência imaterial e material, para finalizar com a temática do “Património arquitectónico” que será o corpo metafórico desta materialização.

 

Os objectivos desta iniciativa passam pela identificação e formas de valorização dos patrimónios da Nazaré, procurando envolver a população, de modo a que os cidadãos possam assumir de modo informado e consciente, um papel activo na salvaguarda dos bens que constituem a identidade nazarena.

 

A lógica de continuidade que subjaz a esta iniciativa, torna imperativa a participação das gerações mais novas, por esse motivo, foi intenção da Liga dos Amigos da Nazaré, envolver individualidades e associações que de alguma forma podem contribuir para assegurar a dinamização de iniciativas futuras de cariz idêntico. Assim, assume-se que esta conferência deverá ser entendida como um ponto de partida para outras da mesma natureza.

 

Inscrições:

Inscrições pelo e-mail: liganazare@gmail.com

(A entrada é gratuita mas limitada ao número de lugares disponíveis.)

 

Programa:

9h30 - 10h00: Inscrições/Recepção

10h00 - 10h20: Sessão de abertura (Câmara Municipal da Nazaré e Biblioteca Municipal da Nazaré)

10h20 - 10h40: Apresentação da iniciativa (Rogério Meca: Presidente da Liga dos Amigos da Nazaré)

 

10h40 - 11h00: Abertura do painel “Património Imaterial e Artístico”

 

Moderador: Pedro Penteado (Universidade Nova de Lisboa)

11h00 - 11h20: José Maria Trindade (Instituto Politécnico de Leiria)

11h20 - 11h40: Carlos Filipe (anazArt – Associação Nazarena de Artes Plásticas)

11h40 - 12h00: Perguntas/Debate

 

 12h00 - 13h45 – Almoço

 

 14h00 - 14h20: Abertura do painel “Património Marítimo”

 

Moderador: Alexandre Isaac (Biblioteca da Nazaré)

14h20 - 14h40: Francisco Oneto (Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa)

14h40 - 15h00: João Delgado (Pescador/Mútua dos Pescadores)

15h00 - 15h20: Dóris Santos (Museu Dr. Joaquim Manso)

15h20 - 15h40: Perguntas/Debate

 

15h40 - 16h00: Pausa para café

 

16h00 - 16h20: Abertura do painel “Património arquitectónico”

 

Moderador: Cristina Cruz (Departamento de Ciências da Vida || Antropologia da Universidade de Coimbra)

16h20 - 16h40: Carlos Fidalgo (Especialista em Estudos do Património)

16h40 - 17h00: José Pagés Madrigal (Arquitecto/Universidade Fernando Pessoa e Universidade de Trento)

17h00 - 17h20: Perguntas/Debate

 

17h20- 18h00: Sessão de Encerramento





Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
22
23
26

28
30


pesquisar no Gargol
 
.
gargoladas antigas