comentar
gargolado por Westnelson, em 11.01.10 às 20:15 link do gargol | | favorito

Se me perguntassem hoje se estava arrependido de ter feito o Gargol, eu diria redondamente e com toda a certeza que NÂO. Não, não estou arrependido de o ter feito, de o ter alimentado com um rácio superior ao de qualquer outro co-autor. Afinal de contas eu sabia que iria ser assim. Aliás, foi por essa razão que o projecto esteve arrumado num bloco de notas numa velha gaveta, por mais de dois anos. Claro que é um blog colectivo, onde as pessoas que lá escrevem, apesar de não serem muitas e de o não fazerem muitas vezes, fazem-no sem pressão alguma, quando querem e quando lhes apetece ou quando têm alguma razão para tal. Não sendo um projecto individual de cada um, tenho de, e com normalidade, encarar a situação com que cada co-autor se predispõe a escrever o que quer que seja. Ninguém é obrigado a escrever aqui, ninguém é obrigado a permanecer aqui... aqui ninguém é obrigado a nada, nem sequer a estar de acordo com o que outro escreve. Haja sim bom senso, é tudo o que se pede.
Uma ocasião disseram-me que o Gargol só atrapalhava o West Side e que me veio trazer problemas acrescidos que até então não tinham aparecido. Pois, discordo completamente. Se houve problemas não fui eu que os criei. E, mesmo com esses problemas criados, se é que os houve, tentei sempre manter-me o mais imparcial possível não dando aso a situações de maior desconforto, mantendo-me à margem dessas mesmas crispações. Ter feito o Gargol não significa ter de resolver os problemas pelos outros criados. O Gargol na minha ideia é mais importante que tudo isso e di-lo várias vezes, chegando ao ponto de o escrever - O Gargol será sempre um blog onde escreverei quer com vários autores ou sozinho. Por enquanto ainda vai tendo alguns. Pode vir a ter mais, ou menos, mas desde que eu lá escreva, será sempre um blog.
Apenas o fazemos por prazer de escrever, opinar, criticar [e há vários tipos de crítica], por prazer de mexer com as novas tecnologias, por prazer de fotografar e ali expor, por prazer simples e puro de ter um blog. Nada mais. Puro prazer e o resto são cantigas.
Obrigado a ti, f0fa atribulada, pela força que sempre me deste para continuar e pelos conselhos. Sem esse empurrão, provavelmente as coisas teriam corrido de maneira diferente. Obrigado a todos os que aqui escrevem. Obrigado a todos os visitantes.

 


besax a 12 de Janeiro de 2010 às 09:55
É isso Nelson. Eu cá vou postando sempre que se justificar, como dizes, sem pressão.
O Gargol foi uma boa ideia. É para manter.

f0fa a 12 de Janeiro de 2010 às 10:49
Bem sabes que estou aqui para te apoiar e muitas vezes aconselhar, o gargol foi sem sombra de duvida um óptimo projecto ao contrário do que muitos possam pensar e dizer. Força aí nas gargoladelas .

CF a 12 de Janeiro de 2010 às 14:03
Que seja o primeiro ano de muitos!

Sky Naza (Paulo) a 12 de Janeiro de 2010 às 18:16
É um prazer enorme fazer parte deste projecto. Um grande abraço aos autores do blog em especial ao Nelson.

Jose Monteiro a 12 de Janeiro de 2010 às 18:20
Thanks for letting me write here guys!

Guilhim a 13 de Janeiro de 2010 às 15:32
Parabéns! Parabéns, pela ideia, pela qualidade do blogue e pela capacidade de gestão de ideias e opiniões! Parabéns por terem conseguido fazer tudo isso com sucesso durante 1 ano!

Cris

Annusca a 13 de Janeiro de 2010 às 17:28
Parabéns ao Gargol e a todos os que o movimentam!!! Continuem...

Valado dos Frades a 2 de Agosto de 2010 às 01:48
Boa noite Gargol.
Só hoje me apercebi da sua existência.
Não tive ainda tempo para o percorrer em profundidade, mas percebi de imediato a "filosofia" interessante de se manter aberto à participação.
Ainda bem!




Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
14
15

18
19
20
21
22
23

24
28
29

31


pesquisar no Gargol
 
.
gargoladas antigas