comentar
gargolado por westnelson, em 21.10.09 às 00:43 link do gargol | | favorito

Depois de uma madrugada/manhã de temporal, foram vários os estragos causados pela chuva intensa que se fez sentir na Nazaré, à imagem do que aconteceu um pouco por todo o País. Como é (a)normal, a esplanada e restantes zonas baixas da Nazaré sofreram as maiores consequências destas chuvadas, não sendo os únicos locais a serem afectados. Os estragos afectaram de uma forma bem vincada algumas condutas que sob pressão, romperam, levando a que algumas calçadas e um ou outro sítio em plenas vias rodoviárias, cedessem sob o desgaste subterrâneo das águas em fúria.

As imagens em slideshow mostram os trabalhos de limpeza na zona da esplanada - Praça Sousa Oliveira (zona norte)

 

ver slideshow ampliado

 


westnelson a 21 de Outubro de 2009 às 10:55
Se calhar estou! Claro que houve calçadas que se danificaram só com a passagem da água. Mas olha que havia buracos enormes, autenticas crateras, que não foram provocadas só pela água superficial.
As tampas, nas vias rodoviárias, também não saltaram, se não o alcatrão não teria sofrido. As mesmas de tão presas que estavam, ou empenadas, serviram de tampão. Mas, houve muitas mais situações: A encosta do Sítio; muros danificados; contentores virados, o lixo acumulado nas sarjetas, as areias das obras mal acondicionadas que também as entopem  etc... E claro já tinha escrito no post que a praça Sousa Oliveira é que acaba sempre por sofrer as maiores consequências... "E não é por ser de certo a zona mais alta!"

de ca de cima a 22 de Outubro de 2009 às 09:29
Garanto-te que naquele lado da rua não existe tubagem pluvial e a que existe de águas não foi afectada, foi unicamente a força da água. As tampas levantaram, aquela especifica que falas por sofrer muito peso de trafico rodoviário em vez de abrir o trinco partiu o cimento e a água ao sair pelo lado da tampa levantou o alcatrão. As tampas tem trincos que são necessários para garantir a segurança, mas que depois tambem exercem alguma força á saida da água. Quanto ás obras, é claro que tambem ajudam a entupir as sarjetas, e por muito que se limpem voltam a entupir e elas foram limpas mas toda a areia que veio por ai a baixo volta a entupir. Tem vindo a ser corrigidos pormenores para diminuir o impacto destas chuvas fortes e anormais, mas acontece por todo o pais.
Não estou a dizer que não tens razão, tentei apenas sar uma ajuda a se perceber o que aconteceu.




Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15
17


27
28
30


pesquisar no Gargol
 
.
gargoladas antigas