comentar
gargolado por besax, em 06.08.09 às 16:06 link do gargol | | favorito

Questão: temos um problema grave de falta de estacionamento? Ou teremos necessidades sazonais, pontuais de estacionamento?

Relembro os principais pontos de estacionamento.
Na Praia temos o parque defronte a Conservatória, gratuito; parque no antigo campo da bola, pago; parque “dos bombeiros”, junto à rotunda da EN242, pago; e o parque no Porto de Abrigo, gratuito. Para além de toda a Marginal Sul que penso que seja a pagar…
No Sítio temos o Largo Vasco da Gama, o Largo da Praça de Toiros e o Largo da Fonte Velha. Temos ainda um parque junto aos pavilhões municipais. Todos gratuitos.
Também se pode estacionar na Nova Nazaré, Pederneira e Rio Novo.
Mas quando falamos de problemas de estacionamento, não estamos a ser honestos na nossa abordagem. O que queremos mesmo dizer é que no verão não conseguimos estacionar o carrinho à porta de casa! Ou à porta do trabalho. Ou à porta do restaurante ou do bar. Ou à porta do chambre para “alugar”. E qual é a solução engenhosamente encontrada por nós, os Nazarenos? Cadeiras, tábuas, televisores velhas, grades vazias de cerveja, o que estiver à mão para guardar o lugarzinho que temos os outros 11 meses à nossa disposição e que por causa dos “palecos”, esses chatos, não temos... Oh como eu gostaria de ter um jipe velho só para me divertir a estacionar no meio das cadeiras, abalroando tudo perante os ralhos das chambristas…
Pior, do ponto de vista do potencial de perigo que representa, são os estacionamentos nas ruas da Nazaré obstruindo o acesso a veículos de emergência. Nem quero imaginar um fogo na parte norte da Nazaré em pleno Verão. Atrevo-me a dizer que Nero ficaria embaraçado se pudesse ver. Perigoso é também o estacionamento que West documentou aqui no Gargol. Qualquer dia passo a ferro um peão, sem querer!, porque este foi privado de poder andar no passeio...
Considero que a Nazaré só em Agosto é que tem problemas de estacionamento. Repararam nos parques acima referenciados no mês passado? Eu reparei. Com exepção para domingo, vazios. Também têm a resposta para esta pergunta: como estão os parques nos restantes meses do ano? Sim, vazios. Porém, ou estão vazios porque há lugares "legais" para estacionamento espalhados pelas ruas da nossa vila ou estão vazios porque a PSP faz vista grossa e não procede à "libertação" das ruas e dos passeios de molde a que a malta fosse obrigada a estacionar nos parques. 
Então? Mais um ou dois parques? Como diz o outro, mal não faz. Mas resta saber se o investimentos que se pretendem fazer para a construção desses parques, seja ele subterrâneo na Marginal, seja ele subterrâneo na subida dos Correios, têm retorno...
Porque não mais parques na periferia com transporte regular para os veraneantes e banhistas? É mais barato e liberta a Nazaré de ruído, confusão e chatices.
Por falar em passar a ferro, não vos irrita que os peões confundam passadeiras com passerelles?
Saudações Gargolianas

Emanuel Gandaio a 7 de Agosto de 2009 às 20:28
Nem toda a gente vive dos chambres! sei que não é isso que queres dizer mas vale a pena referir. E fico feliz por saber que preferes a proposta CDU sobre o estaconamento. Mas tens que ver que nem sempre é possível estacionar perto do trabalho no mês de Agosto: logo o mês mais stressante, mas concordo contigo no geral do post.

AL a 8 de Agosto de 2009 às 23:31
Parabéns, Nelson, pelos últimos post. Pela argúcia, pela oportunidade, pelo humor e pela análise.
Um dia destes escrevo-te.
AL

westnelson a 9 de Agosto de 2009 às 09:27

O essencial da questão está no post que, por sinal, até está muito bem feito, mas que há muito mais para dizer, e mais ainda por fazer, disso não temos dúvidas. Há-que denunciar as situações e “exigir” que sejam resolvidas – utópico! A CMN e a PSP têm mais de 80% da responsabilidade do caos que vive a Nazaré durante os fins-de-semana do Verão, com principal incidência para todo o Mês de Agosto. Mas, temos de salientar que os outros 20% da responsabilidade do caos, é dos automobilistas que não respeitam passadeiras, passeios, sentidos, paragens e estacionamentos proibidos. Uma atrocidade tremenda à qual a CMN se abstém, como faz em tantas outras atrocidades praticadas nesta terra, e a PSP na maioria das vezes faz vista grossa, cu de garrafa, para depois andarem a apanhar papeis de mãos nos bolsos (!) e a chatearem quem cá vive e utiliza as vias de comunicação física durante o longo inverno de dez meses. Tanta coisa a rever... E não é com o estudo [mal] feito que lá chegaremos. Há que conhecer muito melhor a realidade das coisas, viver cá e passar por alguns dos problemas problemas e situações. [link]





Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11

18
22

23
24
26
27
28
29

30
31


pesquisar no Gargol
 
.
gargoladas antigas