comentar
gargolado por westnelson, em 22.07.09 às 09:43 link do gargol | | favorito

Fábio Salgado e António José Peixe, candidatos pelo Bloco de Esquerda à Assembleia Municipal e à Câmara Municipal da Nazaré, respectivamente, foram entrevistados na Quarta-feira passada pelo Jornalista Artur Ledesma no programa “Especial Autarquias” na Rádio Nazaré.

[...] enquanto o problema do trânsito e do estacionamento não for resolvido a Nazaré não avança [...] este é o problema número um [...]

[...] a Câmara da Nazaré tem sido governada desde 75/76 sem um projecto de futuro [...] dá ideia que se decide em cima do joelho [...]

[...] confundem projectos com intenções [...] apresentam as coisas como projectos, quando não passam de intenções [...]


António José Peixe in Rádio Nazaré no “Especial Autarquias”

 

 


opapasoueu a 27 de Julho de 2009 às 17:02
É uma pena qque ninguém comente a entrevista.
Eu acho que estivémos bem: propositivos; fartos deste "deixandar" e cheios de vontade e disposição para começar a imprimir mudanças e alternativas para esta praia fantástica.

westnelson a 28 de Julho de 2009 às 01:39
Ninguém comenta a entrevista, tal como ninguém comentou a entrevista do Dr. Vítor Esgaio (PS), também publicada aqui neste blog e, se por acaso comentassem seria como anónimo. Tal como vocês dizem na entrevista, as pessoas têm medo de se comprometerem, seja com quem, por que causas, enfim, há demasiado em jogo para darem tudo a perder e, na blogosfera é a mesma coisa. Por isso vemos noutros blogues tantos comentários anónimos. Práticamente só os bloggers dão a cara pelo que publicam. Esta terra está cheia de cobardes.
Quanto ao conteúdo, sim, têm boas propostas e parece-me que estão em condições de pró-actividade, embora não concorde de todo com a mudança dos bares para a zona do Porto de Abrigo.

re21 a 30 de Julho de 2009 às 22:35
West, medo? medo de quê?, medo do arranjinho tachista do Ps/independentes? medo das ameças e igonância das palavras do candidato à Câmara do BE que podem ser escutadas nesta entrevista?.O Fábio Salgado ficou um boacado frustrado entre aspas por o PPL não comentar esta entrevista, mas se se começar a comentar o candidato do BE imigrava para Patais, tal a sua visão e nulidade das propostas apresentadas, o Homem vive no séc 19 e nós estamos no séc 21, não sejam injustos para a Nazaré.Infelizmente a Nazaré está muito mal servida de políticos, salvo raras excepções e ou futuras "promessas" de bons políticos no futuro, o Fábio Salgado é uma dessas "promessas" está é muito "verdinho" ainda, tem que levar muito "pontapé" até a aprender o que é a política, mas tem estilo. 

EZLN a 26 de Agosto de 2009 às 16:12

Ouvi dizer que as listas do Bloco de Esquerda para o concelho da Nazaré foram rejeitadas pelo tribunal... Se calhar nem vale a pena ouvir a entrevista...

Anónimo a 28 de Agosto de 2009 às 14:45
Ó West fica-te mal chamares cobardes a quem comenta de forma anónima!
Quem és tu??? para ofenderes as pessoas que até vêm ao teu site passar o tempo  ler e comentar umas coisas.
Há mais vida para alem do Cyber space caro amigo. Alguma vez foste perseguido? Mas olha que há gente que foi sabias???
Trabalhas na Câmara e tens 2 filhos pra sustentar???
Tens escrito na testa o partido que gostas como eu tenho à 16 anos??
Que sabes tu de quem escreve anónimo??
A democracia tambem nos deu esse direito de nos manifestar-mos de forma anónima sem que seja crime, desde que não ofendamos ninguem.

westnelson a 29 de Agosto de 2009 às 03:12
1º O anonimato não pode ser generalizado, cada caso é um caso, mas, se bem entendo, aquele que é usado na blogosfera tem algo de maléfico. Um anónimo quando tem a possibilidade de fazer o que quer que seja de forma identificada e não o faz, acaba sempre por denotar uma forma de cobardia, sejam por que causas forem. Umas vezes justifica-se(?), noutras não.
2º Sou livre de chamar cobarde [no contexto do post e dos comentários em questão] a qualquer anónimo uma vez que todos os outros, de uma forma ou de outra, estão identificados e conotados a outros blogues ou a e-mails verdadeiros.
3º Quem és tu, senhor(a) anónimo(a)  para te sentires ofendido(a) (numa questão genérica, sem alvos definidos porque são anónimos). A carapuça serviu na perfeição na cabeça de alguém.
4º Vivo num país livre que me permite chamar cobarde a qualquer anónimo. Quem não o quer ser não lhe veste a pele. Claro que a internet o permite, e ainda bem, mas, deve-se fazer uma gestão correcta do anonimato, que é aquilo que não acontece na maioria das vezes na blogosfera, onde é usada para atacar, dizer mal, lavar roupa suja, etc... se eu o quiser fazer, pego o boi pelos cornos como já aconteceu, mas, com elevação. Não ofendo ninguém, discuto ideias, pensamentos. Parece-me que não conheces a realidade da blogosfera no geral e a nazarena em particular. Aquilo que eu escrevo vem dentro desse contexto, que se vem arrastando há demasiado tempo e infelizmente irá continuar.
5º Perseguição? Estamos no século XXI e num país democrático! Essa forma de terror, de medo tem de ser denunciada e não é com o anonimato que se consegue fazê-lo, é com coragem.
6º O que sei eu do anonimato? Nada! Só sei que um dia destes passam a não ter voz neste e noutros blogues em que eu tenha poderes para o fazer. Por tudo o que atrás descrevi. Acho que as pessoas perdem a coragem quando têm de usar um nome. Mas não se aflija... também pode comentar anonimamente usando um nome falso, o que não deixa de ser anónimo.
7º Encaixo bem qualquer crítica que me façam, tanto positiva como negativa. Agora, não me venham dar palmadinhas nas costas de modo anónimo, porque desconfio, nem me venha fazer qualquer tipo de critica pessoal de modo também anónimo. A essas sinto-me no legitimo direito de ripostar. A diferença é que eu continuo a estar identificado. Vai sempre existir esse leve traço longitudinal que coloca a vantagem(?) no campo do anónimo. Covardia!

westnelson a 1 de Outubro de 2009 às 17:44
Rejeitei um comentário neste post onde é feita uma crítica, que não sendo directa, me é feita de um modo implícito, dai o ter apagado, pois não tolero que assuntos do foro pessoal invadam o mundo virtual, além de nada valer aquilo que disse. Quando a "Deolinda M." mostrar a sua "face" eu publicarei os seus comentários desde que sejam oportunos para aquilo que se está a debater. Cobardes são os que não se mostram... sei que os IP's nada valem, mas sempre vou adiantando que o seu IP: 84.91.19.64 já comentou de variadíssimas vezes aqui no Gargol e até no West Side com outros nomes e até como anónimo. 




Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14

19
20
23
24
25

26
27
30


pesquisar no Gargol
 
.
gargoladas antigas