comentar
gargolado por westnelson, em 29.10.09 às 23:03 link do gargol | | favorito

Termos um blog, muitas vezes, torna-nos, incompreendidos e, talvez, dentro de guerras que não escolhemos e que não são as nossas. Porque será que quando somos nós a fazer algo diferente, independentemente de bem ou de mal, há sempre alguém à espreita para nos apontar o dedo, isto, apesar de dizerem à boca cheia que, - «Não senhor, eu tenho um blog mas não sigo blogs, isso é uma treta. Blog só há um, é o meu e mais nenhum!» -, quando qualquer blog é válido, desde que dentro de certos limites. No entanto, são os primeiros a visarem-nos seja porque motivo for. Ao invés, quando somos nós a apontar o dedo, e não é por mal, é por necessidade de demonstrar alguma coisa, uma ideia contrária, alguma ideia diferente (e só por isso, nada de pessoal), os visados, até então habituados a “atacar”, vêm essas incursões alheias como se fossem armas mortíferas e ripostam de maneira inesperada, talvez grosseira, descabida, portanto. Deviam fazer como eu faço por vezes – ficar na deles –, sofriam menos de ataques de coração e de fúria desnecessária. Eu esperava que fizessem o mesmo, por nítida preocupação minha para com a saúde alheia. Mas, sempre podem ir ali à farmácia comprar pastilhas Rennie, está na moda!
“Afinal, não é bem como dizemos - Andamos amarradinhos ao computador e à internet atrás dos outros blogues (facebooks e twitters) e do que neles fazem.” Temos pena!

 





Copyright Gargol 2013 | linhas mestras | gargol@sapo.pt

eXTReMe Tracker






Linhas mestras

gargol@sapo.pt
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
15
17


27
28
30


pesquisar no Gargol
 
subscrever feeds
.
gargoladas antigas